SEAB mantém chefia e novos projetos estão em fase de construção - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 15 de abril de 2015

SEAB mantém chefia e novos projetos estão em fase de construção

Formação, envolvimento técnico/político e projetos bem executados, segundo Igor Zampier, chefe do núcleo regional da Secretaria da Agricultura e Abastecimento(SEAB), foram responsáveis por sua manutenção frente ao órgão do governo do estado. Ele ocupa este cargo desde 2011 e durante esse período, vários projetos passaram por sua supervisão.

@Raphael Gierez/Hoje Centro Sul

Igor é formado em Agronomia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa e em Administração pela Universidade Estadual do Centro-Oeste. “Essa formação é de grande importância, pois faço uso das duas áreas no meu trabalho”, explica Zampier, que além da atuação na SEAB, também é professor do Colégio Florestal Presidente Costa e Silva.

Ele relata que o começo do trabalho dentro da Secretaria foi complicado pelo momento político que o estado atravessava. “Era uma mudança de governo, então muita coisa estava se transformando e havia muita demanda na região. Foi necessário fazer uma estruturação na SEAB”, diz Zampier. Desde que assumiu o comando do órgão, mais de R$ 5 milhões foram destinados  à região de maneira direta. Além desse investimento, também vieram recursos para núcleos parceiros, como a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar).
O trabalho da SEAB se estende por todos os municípios que integram a Associação dos Municípios da Região Centro Sul do Paraná (Amcespar) para que os projetos do estado cheguem nessas cidades. “O Programa Leite das Crianças(PLC), o Trator Solidário, o Credito Fundiário e mais recentemente, o Programa de Aquisição de Alimentos(PPA)”, conta Igor.

Novos projetos
Além da manutenção dos projetos que já vinham sendo realizados, há novas propostas para a região, como o projeto de microbacias, que visa a proteção ambiental da água e vegetação da região. Inicialmente, o investimento contemplará os municípios de Irati e Fernandes Pinheiro. “As duas cidades servirão de modelo para o projeto e foram escolhidas por já terem estudos iniciais feitos, dando certo nelas, ampliaremos”, resume Igor. O investimento para as microbacias já teve as licitações aprovadas e o dinheiro já foi repassado para as prefeituras, por isso, em pouco tempo ele já deverá estar em desenvolvimento.

Outros projetos desse novo ciclo ainda estão em fase de construção. “Em breve faremos uma reunião com todos os núcleos e definiremos o caminho a ser seguido, já está colocado que lançaremos novos editais do PPA e do PLC, além disso, a Secretaria de Agricultura está no momento de estruturação do cronograma para os quatro anos, que terão um foco ainda maior no desenvolvimento social”, finaliza Zampier.

Raphael Gierez/Hoje Centro Sul