Dia Nacional do Homem alerta para os cuidados com a saúde - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sábado, 19 de julho de 2014

Dia Nacional do Homem alerta para os cuidados com a saúde

 Em 15 de julho é comemorado o Dia Nacional do Homem. Apesar de muitos nem saberem da existência da data, ela foi criada com o objetivo de conscientizar os homens quanto à importância dos cuidados com a saúde.

@Thaís Siqueira/Hoje Centro Sul
Segundo as estatísticas anuais da Organização Mundial da Saúde, a expectativa de vida aumentou seis anos no mundo.

O levantamento compara dados de 1990 e 2012. Independente do país de origem, um homem nascido em 2012 viverá, em média, até os 68 anos, enquanto uma mulher até 73.
De acordo com informações do IBGE, a cada três mortes de pessoas adultas, duas são de homens. No Brasil, eles vivem, em média, sete anos menos do que as mulheres e têm mais doenças do coração, câncer, diabetes, colesterol e pressão arterial mais elevada.

Urologia e saúde

O médico Urologista Ricardo Massakazu Aoki, formado pela Universidade Federal do Paraná e Titular da Sociedade Brasileira de Urologia, diz que as mulheres costumam procurar o médico com maior frequência. “As mulheres, com o incentivo das mães, aprendem a se cuidarem desde cedo e procuram recursos na área da saúde muito mais que os homens. A maioria dos homens procura o médico apenas quando apresenta algum tipo de sintoma ou quando já estão doentes, sendo que o certo e o mais indicado é procurar o médico para evitar doenças e obter orientações sobre a saúde”, comenta.

Do ponto de vista urológico, Ricardo ressalta a importância dos meninos começarem a falar e entenderem sobre o assunto desde a infância até a velhice. “Os meninos iniciam a puberdade por volta dos 12-14 anos. É importante que os pais levem seus filhos para uma consulta com um médico urologista, assim como as mães levam suas filhas desde cedo no ginecologista. Nessa época, além de orientar os meninos sobre iniciação sexual, masturbação e doenças sexualmente transmissíveis, também é importante consultar desde cedo um médico para verificar se o menino não tem fimose, que é quando o homem não consegue expor a glande do pênis e também para averiguar se o menino não apresenta qualquer tipo de doença”.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres. Sua taxa de incidência é cerca de seis vezes maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.

Contudo, todos os homens precisam ter consciência de que é necessário realizar exames preventivos periodicamente, pois isso os torna mais saudáveis, explica Dr. Ricardo. “Ir ao médico, antes mesmo dos sintomas, ajuda a identificar doenças antes de se agravarem, o que facilita o tratamento e a cura”.
Um dos motivos que leva os homens a não procurarem ajuda médica, é a vergonha. De acordo com um levantamento do Centro de Referência da Saúde do Homem, da cidade de São Paulo, 60% dos pacientes têm vergonha de procurar um médico quando os sintomas iniciais de uma doença aparecem.

Para fugir das primeiras consultas, a maioria dos usuários utiliza como desculpas a falta de tempo livre e a necessidade de trabalhar para manter a família.

Cuidados com a aparência são importantes
Os homens são mais propensos à caspa do que as mulheres, porque as glândulas sebáceas são mais desenvolvidas e assim, a oleosidade é mais intensa e facilita a formação da caspa, é o que diz o  médico Dermatologista José Danilo Ragugneti.

No inverno, estas glândulas produzem mais secreção para compensar o ressecamento da pele e isto acaba ocasionando mais caspas ainda. Dr. Danilo explica que a caspa ou dermatite seborreica, ocorre devido ao aumento da secreção sebácea, produzida pelas glândulas sebáceas, que ficam junto à raiz dos cabelos/pelos, tornando a pele e cabelos oleosos.

As regiões do corpo que possuem mais glândulas sebáceas são: couro cabeludo, supercílios, sulcos nasogenianos = bigode chinês, atrás das orelhas e dentro do ouvido, entre outras. “O tratamento e prevenção da caspa (dermatite seborreica) é feito com shampoo anticaspa, soluções capilares contendo esfoliantas e corticóides. O importante para prevenir e reduzir a caspa é tomar banhos rápidos e não muito quentes, evitar dormir com cabelos úmidos e evitar uso excessivo de bonés e chapéus”, explica.

O  Dermatologista comenta que nem toda descamação no couro cabeludo é caspa. “Tem casos de psoríase do couro cabeludo e também alguns tipos de micoses que são semelhantes à caspa. Por isso uma avaliação médica deve ser realizada nos casos mais extensos e crônicos”, alerta.

Além dos cuidados com os cabelos, Danilo diz que os homens precisam, tanto quanto as mulheres,  ter cuidados especiais com a pele. “A exposição à luz solar no inverno é bastante perigosa, então é necessário utilizar filtro solar com fator 30, duas vezes ao dia, pelo menos. Ficar atento com o surgimento de manchas escuras na pele. Evitar trabalhar e/ou fazer atividades físicas sem uso de roupas adequadas. Deve ser feito um check-up anual, principalmente aqueles homens com histórico familiar de câncer de pele”, finaliza.


Conheça as doenças que os homens podem ter e fique atento aos sintomas


Câncer de próstata


O que é? É a neoplasia maligna mais comum entre os homens. Ocorre quando células de uma glândula chamada próstata começam a se multiplicar de forma desordenada.


Sintomas: Geralmente, o câncer de próstata em fase inicial não apresenta sintomas. Alguns pacientes podem, inclusive, nunca ter sintomas. Por isso é fundamental que o homem faça exames de rotina. Quando o tumor cresce, os sintomas mais comuns estão relacionados ao ato de urinar, como urgência, dificuldade e levantar várias vezes à noite para ir ao banheiro.



Câncer de Pênis


O que é? O câncer de pênis é uma doença mais frequente na população de baixo nível socioeconômico, em países em desenvolvimento, como em algumas regiões do Brasil, principalmente o norte e nordeste.

Sintomas: O sintoma mais comum é o aparecimento de uma ferida avermelhada, que não cicatriza, ou de um pequeno nódulo, na glande, no prepúcio ou no corpo do pênis. Inicialmente, essas lesões podem não doer, o que retarda o diagnóstico. Outros sintomas são manchas esbranquiçadas ou perda de pigmentação na glande, presença de esmegma com cheiro forte e de gânglios inguinais inchados na virilha. Placas vermelho-vivo, bem delimitadas são típicas da eritroplasia de Queyrate podem ser consideradas lesões pré-malignas que evoluirão para câncer de pênis, se não forem devidamente diagnosticadas e tratadas.


Disfunção erétil


O que é? A disfunção erétil (DE), popularmente conhecida como impotência sexual, é a dificuldade persistente de obter e/ou manter uma ereção suficiente para permitir uma atividade sexual adequada, ou seja, que possibilite a penetração vaginal. Não significa DE o fato do homem eventualmente “falhar na hora H”, mas sim quando o problema é recorrente.


Sintomas: A DE pode ter origem psicogênica, orgânica ou mista (psicogênica e orgânica). Independentemente da causa, basicamente ocorre por um desequilíbrio entre a contração e o relaxamento da musculatura lisa do corpo cavernoso. Cerca de 50% dos homens acima de 40 anos têm alguma queixa em relação às ereções. Destes, metade apresentava níveis elevados de HbA1c (fator relacionado ao diabetes) e colesterol, portanto a DE pode estar ligada a outras patologistas.



Ejaculação precoce ou rápida


O que é? É a ejaculação que acontece, de forma persistente, com mínimo estímulo antes ou logo após a penetração, antes do momento desejado. O distúrbio apenas é constatado caso esses eventos ocorram de forma recorrente e persistente, e pode causar problemas no relacionamento. Em geral, a ejaculação precoce é observada em jovens, mais ansiosos e inexperientes, ou em idosos, que podem também ter disfunção erétil. Estudos indicam que mais de 25% dos brasileiros apresentam ejaculação precoce.


Causas: As causas fisiológicas são extremamente raras e controversas, e não há evidências de uma possível relação hormonal. Fatores emocionais e psicológicos são os mais prováveis. Se não tratada, a ejaculação precoce abala a autoestima do homem e pode comprometer seriamente o organismo, transformando-se em problema de ereção.


DAEM (Andropausa)


O que é? O Declínio Androgênico do Envelhecimento Masculino (DAEM), popularmente conhecido como andropausa, é uma redução gradual dos níveis sanguíneos da testosterona que acompanha o envelhecimento e que pode estar associado a uma significante diminuição da qualidade de vida dos homens. A prevalência deste distúrbio varia de 10 a 30% dos homens já na sexta década de vida. Com o aumento da expectativa de vida, o problema tornou-se mais prevalente.


Sintomas: Diminuição do desejo sexual, da qualidade e frequência das ereções, principalmente noturnas; Alterações de humor, com fadiga, depressão e irritabilidade; Distúrbios do sono; Diminuição da massa magra, volume e força muscular; Aumento da gordura visceral (localizada na região profunda do abdômen, conhecida como “barriga de cerveja”); Alterações na pele e perda de pelos; Osteopenia e osteoporose, elevando o risco de fraturas ósseas.
 
Tumores do Testículo


O que é? O câncer de testículo é o tumor mais prevalente nos homens entre 15 a 35 anos de idade, apresentando alta possibilidade de cura nos tumores iniciais. São tumores que respondem bem à quimioterapia e, alguns, à radioterapia. A incidência destes tumores é de 6 a 11casos para 100 mil homens, sendo que no Brasil é de 2,2/100 mil homens.


Sintomas: O mais comum é o aparecimento de um nódulo duro, geralmente indolor, aproximadamente do tamanho de uma ervilha. Mas deve-se ficar atento a outras alterações, como aumento ou diminuição no tamanho dos testículos, nódulos ou endurecimentos, dor imprecisa na parte baixa do abdômen, sangue na urina e aumento ou sensibilidade dos mamilos. Caso sejam observadas alterações, o médico, de preferência um urologista, deve ser consultado.


Infertilidade


O que é? É a dificuldade de um casal obter gravidez no período de um ano de tentativas, isto é, tendo relações sexuais sem uso de nenhuma forma de anticoncepção. A chance de um casal normal obter gravidez, por ciclo menstrual, é de aproximadamente 20% e que, após um ano, mais de 80% dos casais conseguirão gravidez. Acredita-se que 15% dos casais tenham alguma dificuldade de fertilização.


Causas: Criptorquidia: malformação que pode ser identificada no nascimento do menino, resultando em posicionamento incorreto do testículo, que atrapalha a produção de espermatozoides. Esse problema deve ser corrigido na infância para evitar a infertilidade do adulto; Fatores genéticos; Fatores hormonais; Infecções; Obstrução do canal por onde passam os espermatozoides; Varicocele (varizes do testículo, ou seja, veias com dilatação anormal) e a fertilidade masculina também pode sofrer alterações por outros fatores, como traumas e distúrbios imunológicos.


Hiperplasia Prostática Benigna (HPB)


O que é? Éuma condição bastante comum que afeta muitos homens a partir de 50 anos de idade. A glândula da próstata cresce vagarosamente à medida que o homem envelhece. Em alguns casos, a glândula pressiona o tubo pelo qual passa a urina (uretra). Quando isso ocorre, torna-se difícil a passagem da urina. Pode ocorrer que o jato de urina fique muito fraco ou que o homem sinta dificuldade em esvaziar a bexiga. Entretanto, esses sintomas urinários podem também ser causados por outros problemas, como infecção urinária e outros problemas da próstata. Se você sentir qualquer dos sintomas descritos acima, não hesite: procure um urologista para descobrir o que está causando o problema.


Sintomas: Jato de urina muito fraco ou reduzido; Necessidade frequente de urinar, especialmente à noite; A sensação de que sua bexiga não se esvaziou completamente e ainda persiste a vontade de urinar; Dificuldade de iniciar a passagem da urina; Dificuldade de interromper o ato de urinar.

 Thaís Siqueira/Hoje Centro Sul