Prudentópolis quebra invencibilidade do Maringá - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Prudentópolis quebra invencibilidade do Maringá

Tigre derrotou líder da competição com vitória por 1 a 0 e chegou ao G-8 do Campeonato Paranaense

Rodrigo Zub / Najuá

No mesmo palco onde há seis meses perdeu o título da divisão de acesso do campeonato Paranaense, o Prudentópolis conseguiu dar o troco no Maringá e quebrou a invencibilidade do rival. Com um gol de Wellington aos 34 minutos do 2º tempo, o Tigre calou o estádio Willie Davids e repetiu o filme de 2013, quando foi o primeiro time a derrotar os maringaenses na segundona.
Foto:© Redação em Campo

A segunda vitória consecutiva, sendo a primeira fora de casa na competição, colocou o Prudentópolis pela primeira vez no G-8 do Campeonato Paranaense. Apesar da derrota, o Maringá se mantém na liderança em virtude dos tropeços dos rivais.

Na próxima rodada, o Prudentópolis terá mais um compromisso fora de casa. Dessa vez, o adversário será o Paraná Clube, em Curitiba. A partida acontece no domingo, 16, às 18h30, no complemento da sexta rodada da primeira fase. Por outro lado, o Maringá viaja até Londrina onde encara os donos da casa para tentar manter a primeira colocação.

 Jogo

Com as ausências dos atacantes Vinicius e Luciano- vetados pelo departamento médico- o Prudentópolis optou em entrar em campo com um time cauteloso e atuou no 4-3-2-1. Com isso, Cabixi permaneceu isolado no ataque, sendo municiado pelos meio-campistas, Tiago Henrique e Irineu.

Já o Maringá tentava manter o embalo após as vitórias contra o Paraná e o Arapongas. No primeiro lance de perigo, os donos da casa quase marcaram com Fábio Martins que finalizou a direita do goleiro Marcos Paulo.

O lance foi apenas um lampejo de bom futebol do Maringá. Aplicado taticamente, o Tigre anulou as principais jogadas ofensivas do rival e levou perigo nos contra-ataques. Cassimiro e Irineu tiveram boas oportunidades para abrir o placar para os visitantes, mas não conseguiram balançar as redes de Nei.

Cabixi teve a última chance do primeiro tempo, mas arrematou sobre o gol. Bem postado no campo de defesa, o Prudentópolis conseguiu segurar o Maringá e foi pouco ameaçado.

A segunda etapa começou da mesma forma, ou seja, com o domínio do Tigre, que impôs seu ritmo e chegou perto do gol em lances de bola parada e explorando a velocidade de Cabixi. O Maringá só levou perigo ao adversário após as entradas de Gilvan e Cristiano. Mesmo assim, o time sentia a falta de um armador que pudesse ter tranquilidade para dar o último passe e deixar os atacantes na cara do gol.

Quando a torcida já se mostrava impaciente com a falta de criatividade do Maringá, Gilvan colocou fogo no jogo e quase tirou o zero do placar em cobrança de falta. O atacante cobrou uma falta com categoria, mas parou em Marcos Paulo, que espalmou pela linha de fundo.

O empate já era considerado um bom resultado para o Prudentópolis. Porém, Wellington saiu do banco de reservas para dar a vitória aos visitantes. Em jogada rápida pela direita, Cabixi foi ao fundo e cruzou para o camisa 18, que desviou para o fundo das redes abrindo o placas aos 34 minutos do segundo tempo.

Após o gol, o Prudentópolis reforçou o sistema defensivo com a entrada de Danilo no lugar de Cabixi. Com pouca criatividade, o Maringá apostou nos lançamentos longos e cruzamentos para a área, mas não conseguiu superar a defesa do Tigre. Desta forma, o filme de 2013 se repetiu em Maringá. Ainda invicto na segundona do Campeonato Paranaense, o Maringá viajou para enfrentar o Prudentópolis e foi derrotado por 2 a 0. Agora o revés pelo placar mínimo tirou a invencibilidade maringaense na primeira divisão.

Com o resultado, o Tigre subiu para sete pontos e assumiu a sexta colocação- três pontos a menos que o líder Maringá.

Treinador analisa partida

Após a partida, Joel Preisner que comanda o Prudentópolis ao lado de Ivair Cenci conversou com a reportagem da Najuá. O treinador apontou que a partida contra o Maringá foi à melhor do time na competição. Preisner ressaltou que a equipe teve um bom desempenho no primeiro tempo quando criou quatro oportunidades e destacou a entrada do volante Bruno Guerreiro. Segundo ele, o atleta conseguiu repetir as boas atuações nos treinamentos e deu suporte para o setor defensivo.

Para Preisner, o Prudentópolis precisa conseguiu mais duas vitórias até o fim da primeira fase para garantir a classificação. O técnico também enalteceu a preparação do time ao longo da semana. Os treinamentos do Tigre foram realizados às 14 h, para que os atletas não sentissem o tempo quente e abafado durante a partida contra o Maringá. “O Maringá sentiu mais que nós. Alguns jogadores de idade avançada não suportaram o calor. Nosso time saiu esgotado fisicamente e jogou no limite. Foi uma grande partida e merecemos a vitória”, destacou Preisner.

Os jogadores do Prudentópolis terão folga nesta segunda-feira, 10, e retomam as atividades na terça-feira, 11, com trabalho na academia no período da manhã e treino físico e tático à tarde.

Ficha Técnica:
MARINGÁ FC 0 X 1 PRUDENTÓPOLIS

Local: Estádio Willie Davids em Maringá
Data 09/02/2014 - Domingo
Horário: 17h
Árbitro: Everaldo Lambert dos Reis
Assistentes: Everson de Souza e Luiz Paulo Galli

MARINGÁ: Ney; Diegão, Marcelo Xavier, Fernandinho e Reginaldo; Zé Leandro(Fabio Gomes), Serginho Léo Maringá e Leandrinho(Cristiano); Gabriel Barcos(Gilvan) e Fábio Martins. Técnico: Claudemir Sturion

PRUDENTÓPOLIS: Marcos Paulo; Luizinho, Márcio, Spice e Biro Biro(Doriva); Sorbara, Cassimiro, Bruno Guerreiro e Irineu(Wellington); Thiago Henrique e Cabixi(Danilo). Técnico: Ivair Cenci e Joel Preisner