Prédios Históricos da Região: Seminário Santa Maria e Colégio Sagrado Coração - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 2 de junho de 2015

Prédios Históricos da Região: Seminário Santa Maria e Colégio Sagrado Coração

O terreno que hoje abriga a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) já foi por muitos anos sede do Seminário Santa Maria, de Freis Capuchinhos, e do Colégio Sagrado Coração, das Irmãs Franciscanas.

Fundado pelo Frei Patrício de Nébola, então superior geral dos Freis Capuchinhos, e Olívia Maria Anciutti Gracia, cuja família doou as terras para construção da sede, o Seminário Santa Maria começou a erguer suas paredes em 1949, no Riozinho.

 
Em 19 de março de 1953 foi ingressada a primeira turma. O Seminário era da Ordem Seráfica, que se refere aos padres franciscanos, em homenagem a São Francisco de Assis. No Seminário Santa Maria existia banda musical, biblioteca com 3 mil volumes, local de estudo e trabalho, espaço de promoção cultural, esportiva e religiosidade. No decorrer dos anos, o Seminário implantou novas séries escolares, inaugurou a capela, a piscina, a praça em frente ao edifício sede, a pista de atletismo, até 1987, quando as atividades escolares foram encerradas. Estima-se que até 1970, 1065 alunos passaram pela escola, dos quais 62 formaram-se sacerdotes.

No dia 07 de março de 1952, as irmãs chegaram ao Riozinho e foram recebidas com festividade. A primeira comunidade de Irmãs Franciscanas em Irati integrava a Madre Justa Maria, Irmã Adelaide, Irmã Martha, Irmã Maria Edite, Irmã Ana, Irmã Áurea e a Madre Superiora Provincial Angelina da Sagrada Face.

Em 1º de março do mesmo ano de chegada das irmãs, as aulas tiveram início. Com seis alunos e ministradas pela Irmã Martha. Até 1955, as irmãs ocupavam uma casa de madeira nas proximidades do Seminário Santa Maria. Com a construção de um novo edifício, no mesmo terreno, porém mais afastado do Seminário, as Irmãs Franciscanas ocuparam a nova casa, destinada apenas a clausura.
Em 1989, as irmãs se retiraram do Riozinho, mas as escolas permaneceram. Em 2000, o Núcleo Regional de Educação fechou o complexo escolar.




 Fotos: Museu Municipal de Irati