Prepare-se para o frio - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 12 de maio de 2015

Prepare-se para o frio

No inverno em 2015 começa somente às 13h38 do dia 21 de junho, mas nunca é cedo para pensar nos malefícios que a estação pode trazer a pele, como diz o ditado: melhor prevenir do que remediar!
“A pele é o maior órgão do corpo humano, é a maior barreira protetora do organismo, portanto necessita estar saudável para a manutenção do equilíbrio corporal durante todo o ano. Além do mais, a pele é o cartão de visitas de cada pessoa no convívio interpessoal”, afirma José Danilo Ragugneti, dermatologista.



No inverno, é comum o surgimento de dermatites (inflamações na pele), sendo as mais comuns a dermatite atópica nas crianças, devido ao ressecamento da pele, e dermatite seborreica nos adultos, devido ao choque térmico com variações abruptas de temperatura entre os ambientes. Além disso, a psoríase é outra doença inflamatória da pele que tem períodos de piora no inverno.

Danilo explica que entre os cuidados mais importantes estão: a hidratação diária (ingestão de líquidos, sendo a principal forma e depois vem os hidratantes pós banho); exposição solar diária por cerca de 10min a 15min, nos períodos da manhã (antes das 10h) e períodos da tarde (após 16h), são recomendadas pelo efeito antiinflamatória da radiação Ultra Violeta.

Segundo a médica Giovana Panko, que atua em uma clínica de estética personalizada, a oleosidade natural da pele diminui no inverno, pois suamos menos e também tomamos banho muito quente. “Esta diminuição da oleosidade facilita a penetração das bactérias, fungos, vírus e poluentes do ar”, explica. No inverno devemos intensificar a hidratação da pele com cremes hidratantes, não descuidar do uso do protetor solar, tomar banhos rápidos e evitar água muito quente, a hidratação dos lábios também é importante. Além disso, evitar uso de buchas ou esponjas esfoliantes, e usar sabonetes suaves.
Arquivo/Hoje Centro Sul

Procedimentos dermatológicos
O inverno é uma boa estação para realizar procedimentos em que se deve evitar a exposição solar, pois tendemos a nos expor menos nesta estação. Alguns exemplos destes procedimentos são: Peeling químicos e de cristal (auxilia no tratamento de manchas como melanose solar, melasma, estrias, acne), depilação a laser e laser de CO2 fracionado (utilizado para tratamentos de cicatrizes de acne ou traumas, estrias, rejuvenescimento, flacidez), luz intensa pulsada (usada para tratamentos de sardas, melasma, melanose solar em rosto e corpo, vasos faciais e do colo, estimulando a produção de colágeno), e tratamentos de retiradas de pintas e vasos em pernas.

Alimentação
No inverno, deve-se evitar o excesso de alimentos gordurosos, frituras e massas, para que não aumente a oleosidade da pele gerando acnes inflamatórias. Além disso, o excesso de calorias leva a ganho excessivo de peso com formação de estrias e celulite. Deve-se manter a ingestão de frutas, verduras e cereais, não esquecer de atividades físicas regulares para queima de calorias e melhoria da circulação sanguínea, inclusive cerebral e cardíaca. Manter a ingestão de líquidos, como chás e sucos de frutas. As frutas com vitamina C (laranja, limão, tangerina) são importantes para fortalecer o sistema imunológico, evitando gripes e resfriados, como o consumo de salada diminui, pode ser substituído por verduras refogadas, evitando alimentos muito calóricos.

Ana Paula Schreider/Hoje Centro Sul