A pressa em melhorar - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sábado, 10 de abril de 2021

A pressa em melhorar



COLUNA: Saúde Mental & Psicanálise - Abril de 2021

A Pressa em melhorar

Quando as pessoas procuram um profissional da área da saúde, o fazem porque acreditam que ele dará uma solução ao seu problema. Geralmente, a busca é pela resolução rápida daquilo que incomoda. Mas, e quando é preciso falar (e muito) sobre o problema para que seja possível mudar de posição em relação ao sofrimento?

Na análise, o paciente não encontrará uma solução rápida e pronta para sua questão. Ele é convidado a falar, falar e falar. A repetir várias vezes sua história, para que possa, a partir disso, inaugurar um lugar novo para si em sua vida. Falar sobre si nem sempre é fácil. Pode trazer incômodo, constrangimento, vergonha. E é importante que na análise se possa falar inclusive desses sentimentos em relação ao falar de si para um outro. Além disso, muitas questões que causam sofrimento para o paciente acabam surgindo na análise, e a melhora não acontece do dia para a noite.

Como a sociedade está acostumada com um tempo apressado, de buscar soluções rápidas, muitas vezes acaba havendo resistência para se investir em um tratamento que demanda bastante tempo, além de investimento psíquico e necessidade de se deparar consigo mesmo.

O que acontece é que se passa a vida toda construindo uma ideia sobre si e sobre os outros, que muitas vezes causa bastante sofrimento. Agarra-se a essa interpretação de como as coisas são e se passa a agir de acordo com ela. Por isso, também, as situações da vida acabam se repetindo. A questão, então, é que demanda tempo para se mudar algo que se levou a vida toda para construir.

Não é trabalho fácil se desvencilhar de suas visões sobre a vida, e construir algo que possa fazer um pouco mais de sentido. É algo que demanda trabalho por parte do paciente e também tempo. Porém, dessa forma, há possibilidade de realizar algumas mudanças em sua vida, que talvez levem a um pouco menos de sofrimento ou que façam com que ela tenha um pouco mais de sentido. 



Paula Benato
CRP: 08/26034

Graduação em Psicologia pela UNICENTRO
Especialização em Saúde Mental e Psicanálise pela PUC-PR
Percurso em Psicanálise

Facebook: /paulabenatopsi
Instagram: @paulabenatopsi
WhatsApp: (42) 9 9907 8595