Um outro olhar sobre a gratidão - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

Um outro olhar sobre a gratidão

 


COLUNA: Saúde Mental & Psicanálise - Janeiro de 2021

Um outro olhar sobre a gratidão

Hoje em dia, os discursos sobre gratidão fazem sucesso. Quem nunca ouviu por aí que devemos ser gratos pelo que temos? Que devemos focar nos pensamentos positivos? Os imperativos de gratidão são muitos. Mas, e quando não conseguimos alcançar esse ideal de gratidão e positividade?

Os sentimentos e pensamentos negativos fazem parte da vida, tanto quanto os pensamentos e sentimentos bons. Mas, muitas vezes nos sentimos culpados por não conseguirmos ter gratidão por aquilo que temos na vida. A insatisfação acaba aparecendo no dia a dia, e pode parecer que nunca o que temos é o suficiente. Junto com a insatisfação, aparece também a culpa pelos pensamentos negativos. E por que isso acontece?

A frustração faz parte da nossa constituição enquanto seres humanos que estão no mundo da linguagem. Ela sempre aparece, uma hora ou outra. Isso ocorre porque precisamos que algo falte em nossa vida para que possamos continuar caminhando e tendo objetivos aos quais buscar. Porém, não deixa de ser difícil lidar com as insatisfações e com a culpa.

Pensando em termos práticos, como lidar com as insatisfações relacionadas ao trabalho? À família? Aos estudos? Às exigências consigo mesmo? E como lidar com a culpa que vem quando nos deparamos com a insatisfação frente às exigências da sociedade e de nós mesmos por gratidão, quando não conseguimos alcançar esse ideal? Cabe nos questionarmos se a gratidão precisa se tornar uma cobrança a mais na nossa vida, provocando culpa quando não nos sentimos gratos.

A frustração e a insatisfação fazem parte. Mas, é possível aprender a lidar de uma forma diferente com elas. Passar por um processo de terapia ou análise possibilita que o analisando possa ter um tempo para olhar para si e se questionar sobre suas insatisfações e gratidões. Possibilita ainda pensar em diferentes formas de lidar com o sofrimento e alegrias decorrentes dessas questões, e operar algumas mudanças na vida, possivelmente construindo um olhar diferente para si mesmo ao lidar com as dificuldades.


Paula Benato
CRP: 08/26034

Graduação em Psicologia pela UNICENTRO
Especialização em Saúde Mental e Psicanálise pela PUC-PR
Percurso em Psicanálise

Facebook: /paulabenatopsi
Instagram: @paulabenatopsi
WhatsApp: (42) 9 9907 8595