Chafariz da Praça da Matriz é reativado - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 23 de maio de 2019

Chafariz da Praça da Matriz é reativado


Uma das praças mais importantes de Irati está recuperando o seu glamour, com a reativação do chafariz, e a reinauguração ocorrida no último dia 23. A Praça Etelvina Andrade Gomes, também conhecida como “Praça da Matriz” poderá novamente contar com o fontanário, construído a partir de 1981, agora modernizado e com iluminação em led, para embelezar o local à noite.

Após um período de testes, no ano passado, e a constatação de diversos problemas na estrutura do equipamento, a Prefeitura fez um levantamento do que era necessário para recuperar e atualizar a tradicional construção ornamental.

Desde então, com a contratação da empresa J. Brie Britez Prestadora de Serviços, de Rio Bonito do Iguaçu, especialista em fontes luminosas, foi providenciada total recuperação da estrutura, bicos de jatos, gêiser, tubulações, bombas e painéis elétricos. Além de impermeabilização do fundo e paredes do chafariz, também foi instalada iluminação em led, que reproduz aproximadamente 80 tons de cores.

“As tubulações originais estavam corroídas, e havia vazamentos no fundo do chafariz devido ao tempo, visto que foi inaugurado em 1982”, observa o secretário de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, Adriano Batista. Ele acrescenta que houve tentativas de recuperação em 2018, porém havia vazamentos não detectados anteriormente, e isso exigiu um estudo maior.

A revitalização em definitivo começou em janeiro, com a impermeabilização em material específico, e a instalação da nova casa de bombas, filtros e painel de comando, que agora permite ser programado para acionar o equipamento em horas específicas do dia.

Há cerca de 20 dias, a obra foi alvo de vandalismo, onde os leds foram roubados. A empresa responsável pelo serviço repôs a iluminação sem custo adicional à Prefeitura, por obrigatoriedade do contrato.

A secretaria também informa que, com o novo sistema de bombeamento, dependendo do produto acrescentado, pode ficar até um ano circulando a mesma água. O custo total do novo fontanário ficou em R$ 61.200,00.