Vereadores requerem mais informações sobre o CIMSAMU - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Vereadores requerem mais informações sobre o CIMSAMU


Os vereadores apresentaram na Sessão Ordinária do dia 18 de setembro, três indicações e três requerimentos ao Executivo. 

O vereador Nivaldo Bartoski sugeriu a construção, com urgência, de um ponto de ônibus na comunidade de Água Mineral, onde os estudantes ficam aguardando pelo transporte escolar diariamente no tempo. Indicou também o alargamento e a limpeza dos mata-burros existentes entre a comunidade do Itapará – sentido Linha B e outro sentido Campina Branca. Conforme o vereador, o alargamento se faz necessário, pois os animais estão passando e causando transtornos aos moradores e usuários das vias. 

Bartoski também fez um requerimento solicitando o envio de ofício convidando o Secretário Municipal de Viação e Serviços Rurais, Anselmo Stadykoski, para que o mesmo faça uso da Tribuna Popular, com o intuito de prestar esclarecimentos referentes a pasta e as estradas rurais do município.
Já o Presidente Helio de Mello sugeriu a realização de estudos para implantação de um redutor de velocidade na Rua da Liberdade, próximo ao portão de saída da loja “Santo Antonio Materiais de Construção”. De acordo com ele, tal pedido já foi protocolado pelos comerciantes junto à administração. “Estamos reforçando a solicitação através desta indicação, considerando o alto fluxo de veículos na citada via, que vem causando insegurança e acidentes, especialmente no trecho onde há uma curva e pouca visibilidade”.

Referente ao Projeto de Lei nº 100/2018, que ratifica o Protocolo de Intenções celebrado com municípios da região dos Campos Gerais e autoriza o ingresso do Município no Consórcio Intermunicipal SAMU Campos Gerais – CIMSAMU, o Presidente requereu junto com o vereador Valdenei Cabral da Silva, informações sobre qual o valor mensal a ser repassado, pelo município, ao CIMSAMU, qual dotação orçamentária e qual fonte de recursos serão utilizadas para o pagamento. Helio também requereu que seja enviado ofício à Amcespar, solicitando informações de quantos e quais municípios, dos que compõem a Associação, já aprovaram, mediante Lei Municipal, a autorização para ingresso no Consórcio Intermunicipal SAMU Campos Gerais – CIMSAMU.

O projeto de lei nº 100/2018, conforme o Presidente só retornará para pauta após o esclarecimento de todas as dúvidas do Legislativo. “Sofremos com falta de dentistas e médicos, temos dificuldades no corpo de bombeiros, filas na saúde, ou seja, carência com necessidades básicas. Portanto, precisamos saber de onde vai sair o dinheiro”, esclareceu o Presidente dizendo que também é importante saber como está a situação dos municípios da Amcespar que já ingressaram no Consórcio Intermunicipal SAMU Campos Gerais – CIMSAMU.

Texto e fotos: 

Assessoria
Câmara Municipal de Irati - PR