Irmão e primo de Beto Richa foram presos na operação Lava Jato - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Irmão e primo de Beto Richa foram presos na operação Lava Jato

Reprodução - /Facebook/José Richa Filho
Em nova etapa da Operação Lava Jato, o ex-secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, José Richa Filho, conhecido como "Pepe Richa", teve a prisão temporária decretada. Um primo de Beto Richa (PSDB), Luiz Abi Antoun, teve a prisão preventiva decretada (ele não havia sido detido até as 11h de hoje, porque estaria em viagem).

Os alvos têm relação com casos de corrupção envolvendo a concessão de rodovias federais no Paraná. De acordo com o MPF, o ex-governador Beto Richa seria um dos beneficiários finais do esquema, embora não seja alvo dessa investigação. O candidato ao Senado pelo PSDB teria recebido, segundo a Lava Jato, recursos via seu primo Luiz Abi Antoun. Segundo a Lava Jato, Beto Richa teria cobrado o primo em reunião no Palácio Iguaçu (sede administrativa do Governo do Estado do Paraná) no ano de 2014.

"A utilização de dinheiro em espécie para pagar por imóveis que são registrados por um valor inferior ao negociado configura uma forma clássica de lavagem de dinheiro utilizando o mercado imobiliário, e já foi vista inclusive em outros casos na Operação Lava Jato", pontuou o procurador da República Diogo Castor de Mattos. Beto Richa, que governou o Paraná entre 2011 e 2018, foi alvo de operação da Lava Jato no começo do mês. Na ocasião, era apurado o pagamento de propina no valor R$ 3,5 milhões por parte da Odebrecht a agentes públicos e privados no Paraná. O objetivo era ganhar a licitação para investimento na duplicação, manutenção e operação de uma rodovia estadual.

Informações: UOL e Polícia Federal (PF)