Sessão Câmara Municipal de Rebouças - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 11 de maio de 2014

Sessão Câmara Municipal de Rebouças


Presidida e secretariada pelos vereadores Laércio Cipriano e Fábio Chiqueto, com leitura do Texto Bíblico pela vereadora Ana Maria Cararo, teve início a X Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Rebouças, no dia 29 de abril. Foicolocada em discussão e votação a Ata da IX Sessão, a qual foi aprovada. Á pedido do presidente, a funcionária Célia realizou a leitura dos documentos expedidos: ofícios de encaminhamentos das matérias discutidas e aprovadas na sessão anterior. Depois, o vereador e secretário Fábio fez a leitura dos documentos recebidos onde constaram:

1- Oficio da Comissão de Ética e Disciplina pedindo prorrogação do prazo para parecer sobre atos irregulares do vereador Silvio Pszedimirski. Deferido;
2- Anteprojeto Nº004/2014, do vereador Jaderson Molinari, que cria o Dia da Mamografia das Funcionárias Públicas Municipais;
3-Requerimentos dos senhores vereadores com solicitações e sugestões, aprovados e encaminhados aos responsáveis;

Na sequência, o presidente dispensou a chamada nominal, justificando a ausência da vereadora Luiza Andrade, que se recupera de intervenção cirúrgica. Nada constando na Ordem do Dia passou-se de imediato à Palavra Livre.

Usaram da palavra os vereadores André Piskors, Jaderson Molinari, Ana Maria, SilvioPszdimirski e Ricardo Hirt.

Em seu pronunciamento, o vereador Fabio Chiqueto reportou-se à reunião anterior quando foram defendidos interesses da Construtora "Luz & Luz", e que motivou manifestação do Executivo demonstrando desagrado às críticas feitas na ocasião. O presidente Laércio comentou a questão do meio ambiente e também se reportou à questão da empreiteira "Luz & Luz", de forma geral dizendo que se a Câmara não tivesse sido procurada, e tomadoas atitudes que foram tomadas, abrindo espaço para a representes da empresa, e em seguida, reunindo-se com o empresário, o prefeito não teria ido a Brasília e continuaria o impasse entre a empresa reclamando recebimentos e a Prefeitura de Rebouças, dizendo que era uma questão de liberação de recursos do Governo Federal.

Luiz Fernando Castagnoli