APAE de Inácio Martins ganhará nova sede e ônibus adaptado - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 4 de maio de 2014

APAE de Inácio Martins ganhará nova sede e ônibus adaptado

As obras estão em processo de licitação e o convênio para a compra do micro-ônibus adaptado foi assinado na última semana pelo prefeito Marino Kutianski (PSDB)

Uma nova sede para  a  APAE de Inácio Martins  será construída. O projeto prevê a edificação de um espaço amplo e adequado às necessidades dos 62 alunos atendidos pela APAE, denominada Escola Encanto do Aprender.


Serão cinco salas e quatro banheiros, num total de 177 m2. Ao todo, deverão ser investidos R$ 234 mil nas obras e o processo licitatório está aberto.
Deste montante, R$ 200 mil são recursos do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM), do Governo do Estado, e R$ 34 mil de contrapartida municipal.
Os recursos do PAM poderiam ter qualquer tipo de aplicação e a escolha de utilizá-los para a construção da sede da APAE foi decisão do prefeito Marino Kutianski (PSDB). "A construção da nova sede da APAE vai melhorar muito para as crianças que precisam de atenção especial", afirma Kutianki.

O prefeito destaca que é  um compromisso da sua administração "olhar com carinho para as necessidades da entidade, que tanto precisa".  Por isso,  já estão sendo construídas duas salas na antiga sede, situada na Rua Rui Barbosa, pois os alunos precisam ser divididos por faixa etária  desde que as APAEs foram consideradas como escolas, nos mesmos moldes das demais instituições de ensino,  e não há espaço.

A ampliação teve início antes da conquista da nova sede e permitirá o atendimento a uma parte das necessidades dos alunos enquanto acontecem o processo licitatório e as obras de edificação da nova sede.

A presidente da APAE, Suzete Maria Baitala, afirma que "a sede própria faz muita falta".
Ela conta que, na nova sede, os  profissionais de saúde atualmente cedidos pelo município, poderão ser contratados diretamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para a escola. "Todas as APAES com sede própria podem ter psicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas  pelo SUS", destaca Suzete. Ela acredita que, com isso,  o atendimento dos profissionais que é feito duas vezes por semana poderá ser ampliado, beneficiando os alunos.

Outra melhoria que a nova sede trará, segundo a presidente da APAE,  é que as crianças terão espaço na área externa às salas. "Hoje não temos como sair para fora com as crianças, então a gente sempre leva eles para fazer piqueniques", relata a presidente. 
Tal problema é de conhecimento da administração municipal. "A gente sabe das dificuldades que as APAEs enfrentam e vamos ajudar", afirma Marino Kutianski, citando a construção da nova sede em terreno cedido pelo município, localizado na Rua Itapará.
O prefeito ainda comenta que recentemente houve a destinação de uma pedagoga para apoiar o trabalho das professoras da APAE.

Também que há uma subvenção anual repassada pelo município à escola no valor de R$ 35.993,98. São onze parcelas mensais de R$ 3.278,12 para auxiliar as atividades da APAE. 

Novo ônibus
Para que os alunos cheguem à Escola Encanto do Aprender é disponibilizado um micro-ônibus pelo município.

Segundo a Suzete,  este veículo possui bancos bens ruins e não é adaptado, ou seja, não entram cadeiras de roda no mesmo. "As atendentes sofrem, é bem difícil, é bem complicado", diz a presidente da APAE de Inácio Martins.

A boa notícia é que na última semana, no dia 22, o prefeito Marino Kutianski esteve em Curitiba e assinou um convênio com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, SEDU, para a aquisição de um novo ônibus para a APAE. "Tivemos o apoio do presidente da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni (PSDB), que destinou recursos para a compra do micro-ônibus adaptado para o transporte dos alunos da APAE de Inácio Martins", comenta Kutianski.

A presidente da entidade comemora. "Para nós, o ônibus vai ser uma grande conquista", diz Suzete.  Ela complementa: "Graças a Deus, agora com a luta do prefeito Marino, a gente está conseguindo essas melhorias, estamos muito felizes, são quatorze anos de trabalho".

Por Letícia Torres