Convênio de R$ 7 milhões garante obras na Avenida das Palmeiras - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 27 de abril de 2014

Convênio de R$ 7 milhões garante obras na Avenida das Palmeiras

Ocorrerá pavimentação, calçamento, sinalização e paisagismo dos 2,7 quilômetros da via, que será mais uma alternativa de acesso da BR-277 à PR-151, e vice-versa, nos sentidos Irati - São João do Triunfo


Assessoria
Na quinta-feira (17), houve a assinatura de um convênio entre o Município de Palmeira e a Caixa Economica Federal, pelo Programa Pró-Transporte PAC II (2ª Fase), para a pavimentação asfáltica da Avenida das Palmeiras, na Colônia Francesa. A obra oferecerá mais uma alternativa de acesso da BR-277 à PR-151, e vice-versa, nos sentidos Irati - São João do Triunfo. A operação de crédito contempla mais de R$ 7 milhões em investimentos, com R$ 400 mil em contrapartida do Município para pavimentação, calçamento, sinalização e paisagismo dos 2,7 quilômetros da via.
Assinaram o convênio o prefeito Edir Havrechaki, o vice e secretário de Planejamento, Marcos Levandoski, o vereador Everaldo e o superintendente da Caixa, Luis Henrique Borgo, que estava acompanhado do gerente regional dos Campos Gerais da Caixa, Julio Cesar Goginski e do gerente da Agência da Caixa em Palmeira, Samuel Rossoni de Carvalho. Os vereadores Arildo Santos Zaleski, Gilmar Costa, pastor Anselmo Osório, Domingos Everaldo Kuhn e o presidente da Casa, Fabiano Bishop Cassanta acompanharam a assinatura. Moradores e empresários da Avenida das Palmeiras também prestigiaram o evento.
Borgo disse que é uma honra estar na superintendência da Caixa neste momento de contemplação de uma obra com esta importância para Palmeira. De acordo com ele, conseguir uma operação de crédito como esta é um mérito para o Município, considerando que a capacidade de endividamento é analisada pelo Tesouro Nacional antes da aprovação dos valores e liberação do recurso. “Muitos municípios não são contemplados por não contarem com as finanças em dia, como se encontra em Palmeira. Em breve, creio eu que no segundo semestre deste ano, estarei novamente na cidade com novidades no setor de habitação”, adianta o superintendente.

O vereador Everaldo, morador da Colônia Francesa relatou que a luta por esta conquista vem de longa data. Segundo ele, a Avenida das Palmeiras é uma importantíssima via de acesso entre rodovias, além de ter empresas como a Baston (uma das maiores plantas de aerossol do país, que atua como fabricante de produtos veterinários, domissanitários, automotivos, tintas e cosméticos) que emprega 550 palmeirenses e inúmeros moradores. “É um sonho realizado graças ao trabalho da administração municipal que buscou recursos para esta obra”, disse Everaldo.

Levandoski agradeceu todo o empenho dos servidores municipais, que segundo ele, desde janeiro de 2013 trabalham neste projeto. Disse ainda que a assinatura do convênio é o primeiro passo para a concretização da obra, mas ainda depende de aprovações técnicas pela Caixa. Ele acredita que a obra seja concluída entre o final de 2015, inicio de 2016. “Visualizamos esta previsão por se tratar de uma obra complexa, que deve ter um perfil de qualidade de rodovia, considerando que é um acesso entre a BR-277 e a PR-151, e certamente terá um intenso tráfego de caminhões”, salienta.

Havrechaki comemorou uma semana de conquistas, como o início das obras de pavimentação no bairro Regina Vitória, a chegada de quatro médicos do Programa Mais Médicos do Governo Federal, e a visita de engenheiros do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), do Governo do Estado, na estrada do Quero-Quero, na busca de uma solução para as precariedades da via. Sobre a Avenida das Palmeiras, o prefeito agradeceu a Câmara Municipal pela confiança e a aprovação do projeto de lei que possibilitou a operação de crédito. “A conclusão desta obra vai transformar a vida de toda a cidade, não apenas da Colônia Francesa. Agora essa obra vai acontecer!”, ressaltou o prefeito.

Desenvolvimento para a Colônia Francesa
O diretor administrativo da Baston Aerosol, Luis Claudio Malucelli, compareceu a solenidade de assinatura e agradeceu publicamente a concretização desta obra. Segundo ele, a pavimentação da Avenida das Palmeiras, é um dos critérios necessários para alcançarem a certificação 9001 e 14001. Além disso, Malucelli comenta que a falta de pavimentação na via prejudica a empresa em auditorias de fornecedores. “Temos uma excelente aceitação no mercado pela qualidade de nossos produtos, mas somos prejudicados pelo difícil acesso à empresa”, relata.

Outro fator apontado por Malucelli é a qualidade de vida e a segurança dos colaboradores da empresa. “Dos 550 funcionários, 68 se deslocam de bicicleta e 48 a pé até a empresa. Contabilizamos 14 acidentes de trajeto, tanto de carro como de bicicleta. Além disso, com a pavimentação, nossos colaboradores não terão mais problemas com a poeira, constante em nosso dia a dia”, explica Malucelli.

Felix da Silva Neto, coordenador administrativo do Lar Acelino, asilo localizado também na Avenida das Palmeiras, relata que os 32 internos sofrem muito com a poeira no local, principalmente os acamados com problemas respiratórios. “Será de grande valia a qualidade de vida dos nossos internos a pavimentação a Avenida das Palmeiras”, disse Neto.

De acordo com a Prefeitura, a Avenida das Palmeira conta atualmente com 137 imóveis, 150 famílias e 26 empresas.

Assessoria