Polícia Militar prende jovem com 573,9 g de crack - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

segunda-feira, 31 de março de 2014

Polícia Militar prende jovem com 573,9 g de crack


A equipe do Serviço Reservado da 8ª Cia da Polícia Militar de Irati conseguiu prender dois jovens acusados de tráfico de drogas nas últimas 48 horas.  A primeira apreensão foi realizada na tarde de sábado, 29, na Rua Goiás, na Vila São João, em Irati. Um jovem de Rio Azul, que não teve o nome e a idade revelados pela PM, foi detido transportando cerca de 34 gramas de maconha em sua cueca. A droga seria entregue para moradores de Irati. 

Já nesta segunda-feira, 31, um rapaz de Imbituva também foi preso acusado de tráfico de drogas após uma perseguição na BR-277, em Irati. Matheus Borges, de 21 anos, foi detido com cerca de 573,9 gramas de crack. 

Matheus seguia de carro pela BR-153, no sentido Imbituva-Irati, quando policiais realizaram um bloqueio para interceptá-lo. Ele não obedeceu à ordem de parada e seguiu pela BR-277, sentido Guarapuava. Para conseguir abordá-lo, os policiais tiveram que atirar nos pneus traseiros do carro. 

Mesmo assim, o rapaz continuou a fuga e parou aproximadamente a 50 m do viaduto de acesso a Irati. Durante o deslocamento, o suspeito pegou o tablete de crack que estava no porta luva do carro e jogou na rodovia. O objetivo de Matheus era arremessar a droga no rio, para que a polícia não desconfiasse de sua atitude ilícita. Ele não teve êxito na ação, pois a droga caiu em matagal às margens da rodovia. Após pesagem foi constatado que o jovem transportava quase 600 gramas de crack. 
Matheus é acusado de abastecer pequenos pontos de tráfico de drogas em Irati. Ela trazia semanalmente uma quantidade de drogas de Imbituva para Irati. Segundo a polícia, o suspeito estava sendo monitorado há seis meses após populares entrarem em contato com a Polícia Militar via 190 e também através do disque 181 (Narcodenúncia).

O próprio Matheus disse à polícia que o passageiro do veículo, que trabalha em uma empresa de segurança, havia solicitado carona e não tinha envolvimento no transporte da droga. 

Após apreender o carro, os policiais deslocaram até uma oficina onde o pneu foi trocado.

Em entrevista ao repórter  da rádio Najuá,  Tadeu Stefaniak, Matheus disse que trabalha como servente de pedreiro e reside no bairro Tangará, em Imbituva. O rapaz ainda afirmou que não era o proprietário do carro apreendido. 

O suspeito revelou que costumava comprar 100 gramas de crack ao preço de R$ 1 mil e que revendia o entorpecente por R$ 1.200. 

Texto: Da Redação, com reportagem de Tadeu Stefaniak/Najuá   Atualizado 11h15, 01/04
Fotos: Da Redação / Hoje Centro Sul