Som alto causa morte de dona de lanchonete em Prudentópolis - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 28 de julho de 2013

Som alto causa morte de dona de lanchonete em Prudentópolis

Mulher foi atropelada depois de solicitar para que alguns motoristas abaixassem o som do carro. Vítima teve o corpo arrastado por 70 m

mulher+morta[1]Um pedido para abaixar o som de um carro motivou a morte de uma moradora de Prudentópolis. Proprietária de uma lanchonete, Mari Luci Alves, de 43 anos, foi atropelada em frente ao estabelecimento. Ela teve o corpo arrastado por aproximadamente 70 m. O acidente ocorreu na madrugada deste domingo, 28.

Segundo informações da Polícia Militar de Prudentópolis, Mari teria solicitado para que três veículos abaixassem o volume do som que estaria perturbando a tranquilidade dos clientes. Dois carros deixaram o local, mas o motorista de um Corsa começou a realizar manobras no estacionamento. Em seguida, Mari foi atingida pelo veículo. Ela teve morte instantânea. Os dois ocupantes do carro fugiram.

Cerca de três horas depois, a PM localizou os suspeitos no bairro Vila Nova. Um jovem, de 25 anos, conduzia o veículo no momento do atropelamento. Ele e sua namorada, de 21 anos, foram presos e encaminhados a Delegacia de Prudentópolis.

carro+matou+mulher[1]

Informações Rádio Najuá


Foto: divulgação e PMPR