Parceria entre Secretaria de Saúde e Hospital eleva qualidade do atendimento - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Parceria entre Secretaria de Saúde e Hospital eleva qualidade do atendimento

[caption id="attachment_25072" align="alignright" width="420"] Ocorrem mais de 600 consultas médicas por mês e todo o pré-natal do Município é feito no hospital[/caption]

Rebouças - O trabalho conjunto entre a Secretaria Municipal de Saúde e o Hospital Darcy Vargas está sendo intensificado em Rebouças, com o objetivo de melhorar o atendimento à população. Para isto, encontros que envolvem as equipes de saúde do Município e do hospital ocorrem periodicamente para o ajuste do protocolo de atendimento aos pacientes.
"Está havendo uma integração maior, uma parceria maior, o vínculo é mais forte e acontece troca de informações de como está o paciente, melhorando a qualidade no atendimento", ressalta a enfermeira e diretora administrativa do hospital, Alice Bernadete Slezinsky Simioni. Para a secretária municipal de Saúde, Eva de Jesus Ruppel, isto significa que deixa de haver um "pingue-pongue" entre os médicos que, muitas vezes, dificultava encaminhamentos e deixava o paciente sem saber a quem recorrer.
"Reunir todo mundo para pensar junto os rumos da saúde, nunca tinha acontecido antes", afirma Eva. Ela destaca que os resultados desta iniciativa já são perceptíveis, pois houve redução do número de reclamações. "Tivemos grandes elogios quanto ao atendimento, o que motiva toda a equipe", relata a secretária.
O Município de Rebouças mantém um contrato com o Hospital Darcy Vargas para que a entidade faça o atendimento dos casos de urgência e emergência. É feito um repasse de R$ 60 mil ao mês pelo Município para auxiliar no custeio destes atendimentos. A secretária de Saúde explica que o contrato prevê atendimento à população 24 horas por dia, sete dias por semana, gratuitamente.
"O atendimento aos casos de emergência é gratuito obrigatoriamente, mas aqui no Hospital Darcy Vargas, que é filantrópico, nada é cobrado", comenta Alice. Para cobrir as despesas do hospital, a diretora administrativa informa que são utilizadas verbas do SUS, recursos do convênio com a Prefeitura de Rebouças, o montante arrecadado junto aos colaboradores, o repasse de alimentos pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), as caixinhas de arrecadação dispostas em estabelecimentos comerciais e a doação do subsídio que será feita pela vereadora Luiza Maria Semkiv de Andrade.




[caption id="attachment_25073" align="alignright" width="420"] Eva, Alice e a profissional de enfermagem que cuida da triagem dos pacientes[/caption]

Mais de 600 consultas/mês
São oferecidas em torno de 650 consultas por mês, todos os meses, além de 500 procedimentos entre inalações, injeções, curativos, suturas. Também ocorrem cerca de 60 eletrocardiogramas e 400 radiografias por mês.
Ao chegar ao hospital de Rebouças, o paciente é avaliado por uma enfermeira ou técnica de enfermagem. Após a triagem é determinado o tipo de atendimento necessário. "Não há demora de mais do que dez minutos para ser atendido pela enfermagem e se o paciente tiver de ser encaminhado para o atendimento na Secretaria de Saúde, vai ser com coerência", informa a secretária de Saúde.


Volta das cirurgias
Ao todo, o Hospital Darcy Vargas, tem 66 autorizações de internação hospitalar, ou seja, 66 AIHs. Destas, em média 15 AIHs são utilizadas para os partos (cesariana e partos normais).
Atualmente não estão sendo realizadas cirurgias, por falta de médicos. "Temos um centro cirúrgico ótimo e estamos em contato com médicos ortopedistas, gastroenterologistas, cirurgiões, obstetras e clínicos gerais para que voltem a ser realizados procedimentos cirúrgicos", diz Alice.
Para a busca de profissionais que possam vir a se interessar em atender em Rebouças, a administradora do hospital conta com o apoio da secretária de Saúde. Eva enfatiza que a volta da realização de pequenas e médias cirurgias em Rebouças trará mais conforto aos pacientes, que não precisarão se dirigir a Irati. Inclusive, o hospital está recebendo melhorias para que sejam feitas cirurgias bucomaxilofaciais.
Também foi comentada a relevância da volta das cirurgias para o custeio do hospital. "Poderemos aumentar as AIHs e, consequentemente, aumentar o teto financeiro do hospital", defende Alice.




[caption id="attachment_25074" align="alignright" width="420"] O hospital possui centro cirúrgico equipado[/caption]

Quadro de funcionários
O Hospital Darcy Vargas possui em seu quadro de funcionários um médico diarista, que atende de segunda a sexta-feira, cinco médicos plantonistas, um enfermeiro, 24 técnicos e auxiliares de enfermagem, cinco funcionários administrativos, nutricionista e sete nos serviços gerais. Está sendo providenciada a contratação de farmacêutica.


Direção e colaboradores
Neste mês de fevereiro, Barquet Ayub Filho assumiu a presidência do hospital e Rômulo Molinari a vice-presidência. Também compõem a diretoria o 1o tesoureiro José Rafael Mangoni, a 2a tesoureira Beatriz Andrade Caterenciuk Bortoletto, a 1a secretária Rosally Pereira Costa Molinari e a 2o secretária Gislaine Jhonson. Ainda os membros do Conselho Fiscal Airton Perussolo Molinari, Veronica Cabral e Maria Riozete da Veiga Kuczer.
Barquet Ayub Filho comenta que "a expectativa da diretoria do hospital é a melhor possível, em virtude deste entendimento que existe entre a prefeitura e a entidade, desta reciprocidade com o prefeito Claudemir Herthel". Ayub Filho destaca que tem recebido o apoio do vice Molinari, que é cirurgião buco-maxilar, conhece a área de saúde e "está ajudando bastante a encontrar soluções".
Atualmente a instituição conta com 1.874 colaboradores que, mensalmente, fazem o pagamento espontâneo de R$ 15,00, R$ 30,00 ou R$ 50,00. "Neste ano, o montante médio de colaborações que era de R$ 14 mil já está em R$ 17 mil, o que demonstra a credibilidade da instituição", comenta a administradora do hospital.
Tanto a administradora, como a secretária de Saúde e o presidente defendem a realização de campanhas e até mesmo uma grande ação denominada S.O.S Saúde para ampliar as receitas do hospital. Pedem ainda que novos colaboradores ajudem o Hospital Darcy Vargas. Ayub Filho diz que está sendo estudada uma campanha de impacto, mostrando as vantagens de ser contribuinte do hospital. Dentre elas, o direito ao internamento em instalações diferenciadas, de acordo com a colaboração.


Dívidas
Segundo a enfermeira e diretora administrativa do hospital, a entidade possui dívidas trabalhistas, dívidas judiciais e pendências para com os funcionários administrativos e de enfermagem referentes ao 13o salário de 2012, que ainda não foi pago. Segundo Ayub Filho, este pagamento será realizado nos próximos dias.
Alice enaltece a dedicação da equipe que, mesmo com atraso de pagamento, ainda busca arrecadar dinheiro para o custeio do atendimento no hospital. "Os funcionários da enfermagem e administrativos criaram uma cesta de páscoa e estão fazendo uma ação entre amigos, vendendo bilhetes", conta Alice.
Outras pendências inexistem, segundo a diretora administrativa do hospital. "Não há dívidas com fornecedores, exceto as despesas correntes", diz Alice.


 

Texto e fotos: Letícia Torres


Publicado na edição 660, 27 de fevereiro de 2013.