O ano não começa depois do carnaval - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

O ano não começa depois do carnaval

No Brasil, existe a ridícula afirmativa de que "o ano começa depois do carnaval". Talvez isso seja tão difundido pelo fato de que boa parte do poder Legislativo brasileiro só volte a "trabalhar" de fato após a "festa da carne".
Dessa forma cria-se a premissa de que a partir de agora todas as câmaras municipais, assembleias e congresso DEVEM voltar a funcionar. Mas por que não antes? Por que esperar o carnaval? Nós, trabalhadores comuns, não tiramos dois meses de férias, ou recesso, como eles preferem dizer. Então por que os legisladores sejam eles municipais, estaduais ou federais podem?
2013 foi ano em que os novos gestores municipais tomaram posse para o novo cargo ou foram reeleitos para os mesmos. Eles estão trabalhando arduamente desde o primeiro dia do ano. Os prefeitos de toda a região já tomaram atitudes de extrema importância para a população do centro como convênios com Estado e União, compra de terrenos para construção de casas populares, e até mesmo a organização do famigerado carnaval.
O Poder Judiciário também está a todo vapor, mesmo antes da festa do Momo. Em nossa região, isso pôde ser visto na cassação do prefeito de Inácio Martins, Lauri Setrinski.
O comércio não parou. A polícia não parou. O jornalismo não parou. O futebol não parou, aliás, parou, mas já voltou há quase um mês. A agricultura não parou. Ou seja, além das aulas e dos poderes Legislativos, nada parou. O ano NÃO começa depois do carnaval.


 

Publicado na edição 658, 13 de fevereiro de 2013.