Nova unidade básica de saúde é conquistada por Almeida - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Nova unidade básica de saúde é conquistada por Almeida

A grande preocupação do prefeito de Mallet para com o setor de saúde já rendeu várias conquistas, como uma unidade de saúde e uma ambulância  




[caption id="attachment_25218" align="alignright" width="297" caption="Ações para a melhoria dos setores de saúde e agropecuária têm sido realizadas pela administração do prefeito Rogério Almeida"][/caption]

Mallet - Melhorias na infraestrutura para o atendimento à saúde da população de Mallet têm sido buscadas, com êxito, pelo prefeito Rogério Almeida (PV). Na última semana, ele esteve reunido com o Secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, quando conseguiu o comprometimento estadual para a construção de uma unidade básica de saúde. O investimento na obra será de R$ 500 mil por parte da Secretaria de Estado da Saúde, SESA. O município está providenciando o terreno para a edificação. Segundo o prefeito, o posto hoje existente é da década de 70.
Ainda durante o encontro com o secretário de Saúde, agendado com apoio do deputado Alexandre Curi (PMDB), o prefeito de Mallet conseguiu uma nova ambulância para o Município. "A SESA vai fornecer uma ambulância para a Secretaria de Saúde, que deverá chegar em até cinco meses", informa Almeida.
Outra obra do setor de saúde em andamento no Município, com recursos estaduais, é um Centro de Atendimento da Criança e da Mulher. "A obra começou dia 18 de fevereiro e tem previsão para ser concluída em nove meses", comenta o prefeito.
Também se referindo à saúde, Almeida falou sobre o parcelamento da dívida do Município para com o Consórcio Intermunicipal de Saúde, possibilitando o atendimento da população com consultas e exames especializados. "Já pagamos a primeira parcela de R$ 14 mil neste mês de fevereiro", diz.


Arrecadação reduzida
As parcerias com os governos estadual e federal são defendidas pelo prefeito de Mallet. Ele acredita que, em todos os setores da administração pública, elas podem e devem ser buscadas para suprir as necessidades da população.
"Hoje a carência dos municípios é muito grande em virtude dos cortes nos repasses federais, devido à redução de impostos dos veículos e dos eletrodomésticos da linha branca; o consumidor tem acesso mais fácil aos carros, geladeiras, fogões, mas, por outro lado o recurso deixa de vir para o Município", explica Almeida. Ele ressalta que as prefeituras ficam reféns do IPTU, do IPVA, da Taxa de Lixo, Taxa dos Bombeiros e dos repasses de recursos pelo Estado e União. "Tínhamos uma expectativa grande quanto aos royalties do petróleo, que ajudariam muito os pequenos municípios, mas isto não se concretizou", aponta.
Almeida ainda afirma que estão sendo buscadas parcerias com a iniciativa privada na tentativa de ampliar a capacidade de atuação do Poder Público.
Agropecuária
O incentivo à bovinocultura de leite é uma das metas do governo de Rogério Almeida para o setor de pecuária. No último dia 19, um encontro reuniu 55 produtores de leite de Mallet e técnicos da Emater, Iapar e Secretaria Municipal de Agricultura. Os pecuaristas tiveram acesso a treinamentos relacionados a temas relevantes como os cuidados para garantir a qualidade da produção, silagem, adubação, inseminação artificial, dentre outros assuntos.
"Vamos fazer um trabalho forte relacionado à bacia leiteira, hoje temos 88 bovinocultures e a nossa meta é ter o dobro de produtores", defende Almeida. Para isto, o prefeito levará ofício à Secretaria de Estado da Agricultura, com o objetivo de obter incentivos para aumentar o desenvolvimento deste tipo de atividade no Município. Até porque há cooperativas interessadas em comprar maior quantidade de leite dos produtores malletenses. De imediato, Almeida conta que estão sendo distribuídas aos criadores sementes de aveia e de ervilhaca para reforçar a alimentação do gado leiteiro.
Na fruticultura, o Município tem auxiliado os agricultores na produção do kiwi. Tanto que está a todo vapor a organização da 17a Kiwi Fest, para a comercialização dos frutos. Neste ano, a festa está programada para os dias 03, 04 e 05 de maio e a comissão organizadora do evento tem se reunido periodicamente para definir os atrativos.
O prefeito adianta que devido à escassez de recursos do Município, a festa terá que se autopagar. Por isto, não deverão ser contratadas grandes bandas, apesar de estar sendo estruturada uma programação diversificada.


Outras reivindicações
Nesta semana, o prefeito está em Curitiba, onde visita diversos órgãos públicos, solicitando recursos para Mallet. Dentre eles, a Sanepar, a Secretaria de Estado da Saúde (SESA) e a Cohapar.
Na Sanepar ele pretende acompanhar o andamento do projeto para a construção de 10km de rede de esgoto no Município. "Estamos aguardando a liberação do termo de convênio, o projeto já está pronto, falta a assinatura e a autorização", informa.
Na Cohapar, o prefeito solicitará a construção de 52 habitações populares, que ainda podem ser construídas junto as 46 casas do Conjunto Monsenhor Pedro Busko. Também serão pleiteadas 30 casas rurais.
Na SESA, Almeida irá requer o aumento da quantidade de medicamentos a serem repassados para o Município.



Texto e foto: Letícia Torres, da redação


Publicado na edição 660, 27 de fevereiro de 2013.