Governo regulamenta a Lei de Inovação Tecnológica no Paraná - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Governo regulamenta a Lei de Inovação Tecnológica no Paraná

Lei da Inovação estabelece mecanismos entre os setores público e privado e universidades para pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico


Centro Sul - O reitor da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), professor Aldo Nelson Bona, participou nesta quarta-feira (27), em Curitiba, da regulamentação da Lei de Inovação no Paraná. O decreto, que foi assinado pelo governador do Estado, Beto Richa, cria benefícios e estabelece mecanismos de cooperação entre os setores público e privado e universidades para pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico.


Entre as medidas regulamentadas, está a participação técnica e econômica do Estado em projetos de empresas paranaenses, cuja atividade principal seja a inovação tecnológica. “Com entendimento e diálogo, realizamos audiências públicas para conseguir elaborar uma legislação moderna e abrangente. Investimento em inovação é um compromisso nosso”, afirmou o governador.


O secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal, explica que é necessário o Estado apoiar a inovação para que possa crescer e desenvolver sua área científica. “Inovação demanda investimentos e riscos, mas não garante lucros. O incentivo estadual é inteligente, pois gera empregos, competitividade e fortalece a parceria público-privada”, declarou o secretário.


Para o reitor da Unicentro, a nova legislação é um marco importante para o desenvolvimento da ciência e da tecnologia no Estado. “A regulamentação da Lei de Inovação é um momento histórico, pois, a partir de agora, está garantida a segurança jurídica necessária para a produtiva interação entre a universidade e a indústria”, destacou Bona.

RECURSOS – O decreto define que 2% do orçamento estadual sejam destinados à inovação, sendo 10% desse valor para recursos de subvenção econômica. O valor será de R$ 300 milhões por ano.


Além de representantes do Governo do Paraná, a reunião contou com a presença de reitores de universidades e empresários.


Texto: Ascom Unicentro, com informações da AEN