"Ofício das Trevas" e Procissão do Cristo Morto já são tradição em Irati - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sábado, 4 de abril de 2015

"Ofício das Trevas" e Procissão do Cristo Morto já são tradição em Irati

O "Ofício das Trevas" faz parte da Liturgia das Horas, que é uma das orações da Igreja Católica. Diariamente pelo mundo todo em horas determinadas, os cléricos rezam a Liturgia das Horas. Como existem cléricos em todos os continentes e como todos rezam sempre nos mesmos horários, devido às diferenças de fuso horário a igreja sempre estará rezando.

@Divulgação TLC
 O nome deriva de três situações de trevas: as trevas naturais da meia-noite ao amanhecer, ou seja, as horas destinadas à recitação do ofício, lembrando as palavras de Cristo preso nas trevas da noite; as trevas litúrgicas, quando durante as cerimônias da paixão apagam-se todas as luzes na igreja, exceto uma; e as trevas simbólicas da paixão.

Desde 2010, a cerimônia Ofício das Trevas é organizada pelo grupo de jovens do Treinamento de Liderança Cristã (TLC). “Durante a procissão da Sexta Maior, ou Sexta da Paixão, alguns salmos do Ofício das Trevas são cantados, mas ele não é celebrado de forma completa, o que é uma pena por que ele é riquíssimo e muito belo”, explica Ramon Pires, um dos coordenadores dos primeiros Ofícios organizados em Irati.

A Procissão do Cristo Morto também foi uma cerimônia reavivada pelo TLC depois de muitos anos. A procissão era celebrada nos anos 80 e 90 após a celebração da Paixão e morte de Cristo, que culminava com a apresentação do Teatro da Paixão. “Como o teatro necessitava de pouca luz para iniciar suas apresentações, as pessoas ficavam muito tempo esperando entre a chegada da procissão no Estádio Municipal, palco das apresentações, até o início da encenação. Isso levou a exclusão da Procissão do Cristo Morto, que por muito tempo ficou sem acontecer”, diz Ramon.


@Divulgação TLC
O Ofício das Trevas, seguido da Procissão do Cristo Morto, sempre lota as quadras esportivas da Escola Estadual Nossa Senhora das Graças. Segundo Jaqueline Martins, uma das coordenadoras da cerimônia, a proposta para este ano era fazer o Teatro da Paixão, mas por problemas de tempo será realizado apenas o calvário e a morte de Cristo. “A ideia de fazermos o Teatro da Paixão surgiu em uma de nossas reuniões para preparação do Ofício das Trevas, entretanto algo deste porte requer mais ensaios e falas, o que tornou complicada a sua execução, pois não tínhamos tempo hábil para isto. É algo que será trabalhado para que no próximo ano possamos executar, pois o objetivo é aperfeiçoar cada vez mais e prestar uma bela homenagem à Cristo”, afirma Jaqueline.

O Ofício das Trevas inicia às 19h no pátio da Escola Estadual Nossa Senhora das Graças e após este momento, começa a Procissão do Cristo Morto (caminhada que sai do pátio da Escola e após descer a Rua Coronel Gracia retorna à Igreja São Miguel pela Igreja Imaculado Coração de Maria). A previsão de término é para 20h30.

Ana Paula Schreider/Hoje Centro Sul