Acidentes graves tiram a vida de dois iratienses - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sexta-feira, 6 de março de 2015

Acidentes graves tiram a vida de dois iratienses


BR-277- Oliceu Oliveira Pereira conduzia um veículo Amarok que colidiu contra uma árvore e capotou na rodovia


O professor iratiense Oliceu Oliveira Pereira, de 45 anos, morreu em um acidente na BR 277, km 160, na divisa entre os municípios de Palmeira e Porto Amazonas. O acidente ocorreu na tarde desta quinta-feira, 05, por volta das 15h30min.

As equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Caminhos do Paraná foram acionadas para atender a vítima e permaneceram no local até por volta das 18h30min. 

De acordo com informações da PRF e da concessionária, o professor conduzia um veículo Amarok e vinha no sentido Curitiba-Irati, quando perdeu o controle da direção, saiu da pista, bateu em uma árvore e capotou. O professor ficou preso nas ferragens e acabou morrendo no local.

Oliceu era professor da Rede Estadual de Ensino.

A APP-Sindicato divulgou uma nota de pesar pelo falecimento do professor Oliceu. 
Leia o conteúdo da nota na íntegra: "Nós APP/Sindicato, Núcleo Sindical de Irati comunicamos com muito pesar o falecimento do professor Oliceu Oliveira Pereira. Deixou seu nome marcado na História da educação paranaense, participando das ocupações da Assembléia Legislativa nos dias 10 e 12 de Fevereiro de 2015. Que seus bons exemplos perdurem. E assumimos o compromisso de levar adiante os ideais pelos quais você lutou. Nossos sentimentos à família" 

Da redação Najuá

Veja mais na Rádio Najuá


BR-153 - Colisão ocorreu entre os municípios de Rio Azul e Rebouças. Condutor da caminhonete que residia em Irati morreu no local do acidente

Um homem morreu em um acidente na BR-153, entre os municípios de Rio Azul e Rebouças, na noite desta quinta-feira, 5. O motorista de uma caminhonete S 10, Marcelo Bueno, de 32 anos, não resistiu aos ferimentos após colidir contra uma Scania 112. A vítima residia na Vila São João, em Irati.

Já o condutor da carreta, Zelio Valenga, de 51 anos, que é morador de Rio Azul, não sofreu ferimentos.

Fotos: CB Pedro Paulo e Fábio Souza

O corpo da vítima ficou preso nas ferragens embaixo da corrente da carreta, que arrastou a caminhonete na rodovia. Com isso, os bombeiros de Irati tiveram bastante dificuldade para retirar o corpo do local. O carro ficou destruído em virtude do acidente. O motor chegou a ser arrancado com o impacto, assim como outros compartimentos do veículo que ficaram espalhados às margens da rodovia.
Policiais militares de Rebouças prestaram apoio a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na sinalização da rodovia. A Polícia Civil também esteve no local realizando os procedimentos cabíveis.

As causa do acidente serão apuradas pela PRF. A princípio, segundo levantamento preliminar, o motorista da caminhonete que seguia de Rio Azul para Irati teria tentado realizar uma ultrapassagem, mas não teve êxito e acabou atingindo frontalmente a carreta, que seguia no sentido contrário.

O corpo da vítima foi recolhido por uma funerária e encaminhado até o IML de Ponta Grossa.

A BR-153 permaneceu interditada entre Rio Azul e Rebouças por aproximadamente duas horas, sendo liberada por volta das 22 h.

O acidente ocorreu por volta das 20h na curva da “bica”. No local, já ocorreram outros acidentes com mortes. Um deles foi registrado no dia 12 de janeiro de 2014. Na ocasião, Divonzir Farias de Lara, de 30 anos, teve morte instantânea após a moto CG 125 que pilotava atingir um veículo Hyundai Azera, com placas de São Miguel do Oeste/SC.

Fotos: CB Pedro Paulo e Fábio Souza


Da redação Najuá