Lixo causa problemas na rua Dr. Munhoz da Rocha em Irati - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Lixo causa problemas na rua Dr. Munhoz da Rocha em Irati

Uma situação na rua Dr. Munhoz da Rocha, no centro de Irati, está causando transtornos para comerciantes e moradores. Eles reclamam do lixo acumulado na calçada no período da tarde e da noite. Segundo eles, quando chove, muitos materiais são levados para o bueiro pela água. Além disso, animais costumam revirar o lixo, que fica espalhado pela calçada e rua.

 O comerciante Arnoldo Krubniki Júnior explica que o caminhão de lixo passa em horários pré-determinados no local e algumas pessoas acabam não respeitando. “O lixo reciclável é recolhido de manhã e o orgânico passa à tarde. Se não colocar nesse horário, ele não coleta, não adianta. Algumas pessoas colocam o lixo em horários muito espaçados até a coleta, o que acaba trazendo alguns problemas”, afirma.

Ainda segundo ele, o acúmulo de lixo nas calçadas pode ocasionar sérios problemas para o local, como o entupimento de bueiros. “Na última vez que choveu forte, o lixo estava sendo carregado para os bueiros pela água. As pessoas reclamam dos alagamentos, mas não estão fazendo a parte deles”. Arnoldo ainda destaca que reunir lixo em frente às lojas pode causar desvalorização do ponto comercial. “Ninguém quer entrar em um lugar onde tem lixo na frente. A loja é o meu sustento, então, tenho que mantê-la limpa. Acumulando lixo em frente ao ponto, a imagem da loja fica ruim”, completa.

O comerciante Rodrigo Ramos Soares conta que animais costumam bagunçar os lixos e a situação está se agravando. “Os cachorros veem o lixo e bagunçam, depois, os comerciantes têm que juntar tudo de novo, senão fica espalhado. A situação está piorando, as pessoas costumam começar a colocar o lixo reciclável depois das 18h, sendo que o lixo só passa de manhã. Aí, fica uma pilha de caixas e sacolas nas calçadas. Eu costumo guardar o meu lixo reciclável nos fundos da loja e quando vejo um catador de lixo, entrego diretamente para ele”, ressalta.

Segundo Rodrigo, não houve um aviso para os comerciantes sobre o horário do lixo. “Nós sabemos o horário que o caminhão passa, porque observamos. Ninguém nunca nos avisou sobre os dias e horários que o lixo passaria aqui na rua”. Para ele, uma solução para o problema seria reunir comerciantes e Prefeitura e estabelecer um planejamento para a coleta. “Eu acho que uma solução para o problema seria reunir os dois e combinar os dias e horários para a coleta. Dessa forma, todos saberiam com certeza quando o caminhão passaria e poderiam se planejar melhor”, diz.

Já para o comerciante Arnoldo, a solução estaria em uma rígida fiscalização ao longo da rua. “A Prefeitura tem que fazer a parte dela também. Eles deveriam fiscalizar e notificar os comerciantes que não respeitam os horários, pois é de interesse deles, já que o lixo está causando até o entupimento dos bueiros”.

Lixeiras
A comerciante Márcia Rodrigues de Almeida explica que além do lixo das próprias lojas, a rua Dr. Munhoz da Rocha ainda sofre com o lixo dos pedestres que passam pelas calçadas. “As pessoas utilizam muito a lixeira que eu deixo em frente ao ponto, porque o número de lixeiras é muito pequeno. Porém, ainda tem muitas pessoas que preferem jogar o lixo no chão”.
Ainda segundo ela, os moradores reclamam da falta de lixeiras na rua Dr. Munhoz da Rocha e em outros pontos do município. “As pessoas sempre reclamam da falta de lixeiras. Acho que se tivessem mais lixeiras em mais pontos da cidade, as pessoas descartariam o lixo no lugar correto. Um tempo atrás, algumas lixeiras foram colocadas, mas foram vandalizadas e quebradas. Depois disso, não vi novas lixeiras”, finaliza.

Prefeitura de Irati informa horários da coleta de lixoA Prefeitura Municipal de Irati informa os dias e horários das coletas de lixo orgânico e reciclável no Centro do município.
A coleta do lixo orgânico, na região central, ocorre de sexta a sábado no período da tarde e noite. Já a coleta do lixo reciclável, na rua Dr. Munhoz da Rocha, acontece toda terça-feira no período da manhã.

 Kyene Becker/Hoje Centro Sul