Morte de abelhas assustam apicultores em Irati - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Morte de abelhas assustam apicultores em Irati

Na última sexta feira, 28, a Secretaria Municipal de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar averiguou a denúncia sobre a morte de 130 enxames de abelhas.

 O engenheiro agrônomo da Prefeitura de Irati, Marcelo Campello, esteve no local, constatando o extermínio quase completo dos enxames.  “O fato é muito preocupante, já que os enxames foram completamente dizimados, com milhares de abelhas mortas dentro e fora das caixas, uma perda patrimonial considerável, já que cada caixa representa em média R$ 200,00 por ano num total de R$ 25.000,00 que dificilmente serão indenizados. Outros casos similares vêm ocorrendo em todo o mundo, alertando toda a comunidade científica internacional, que relaciona essas mortes ao uso indiscriminado e incorreto dos agrotóxicos”, conta Marcelo.

Os apicultores encontravam-se desanimados com o ocorrido e colocavam em dúvida a continuidade da atividade no local, afirmando que não terem como recuperar o prejuízo e que a renda do ano está completamente prejudicada.

Na segunda feira, 01, foram formalizadas as denúncias junto ao IAP, assim como, reunião com o Chefe Regional do órgão ambiental, Edmilson Luis Quadros, que se se dispôs a enviar técnicos ao local para apuração dos fatos e encaminhar a denúncia para uma equipe técnica estadual do IAP – Sede. Os apicultores também denunciaram o fato a ADAPAR, e a SEAB que se comprometeram a tomar todas as medidas cabíveis dentro dos procedimentos padrões. 

 No mesmo dia à tarde, os apicultores dirigiram-se ao Ministério Público do Paraná, onde se reuniram com o Promotor Público, Sr. Raphael Fleury Rocha, que os orientou a relatar os fatos ao MPPR para que este instaure um procedimento de investigação, acionando os órgãos responsáveis e que dependendo dos resultados ajuizará uma ação penal contra os responsáveis pela mortandade das abelhas, cabendo inclusive uma ação judicial pela perda patrimonial dos apicultores. 

O Secretário Municipal de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar Cláudio Ramos, mostrou-se preocupado com a situação já que casos como esses, vem ocorrendo regularmente, porém poucos são relatados para o poder público. Claudio ressaltou a importância da apicultura para a agricultura e para a humanidade de maneira geral, em seus diversos serviços ambientais que realiza, sendo uma atividade sustentável e ecologicamente apropriada para geração de renda.

O fato será encaminhado para uma reunião da Câmara Técnica de Apicultura do Território Centro Sul. A Secretaria Municipal de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar, solicita que todos os apicultores que estejam passando pelos mesmos tipos de problemas, que compareçam na secretaria para relatarem os casos que estão ocorrendo e dar visibilidade e respostas ao problema. Maiores informações podem ser na Secretaria da Agricultura de Irati e junto aos Apicultores da Associação Comunitária do Guamirim.

Secom Prefeitura de Irati com informações da Secretaria Municipal de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar