Polícia prende suspeitos de roubarem produtos de fazendas da região Centro Sul - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Polícia prende suspeitos de roubarem produtos de fazendas da região Centro Sul



Na madrugada de terça-feira (7), a Polícia Militar de Irati realizou a prisão de cinco pessoas – quatro homens e uma mulher – envolvidas em furtos de defensivos agrícolas na região Centro Sul do Paraná. 

Os últimos casos foram registrados nos municípios de Mallet e Irati. Junto com os suspeitos foi encontrada uma arma de fogo, que também foi apreendida pela polícia.


Segundo informações da polícia, a mulher era receptadora do material furtado. Um dos homens presos é do município de Rebouças, enquanto os outros são da cidade de Irati. Cerca de R$100 mil em produtos foram recuperados. 

O tenente da Polícia Militar de Irati, Ederson Crevelin, explica como a operação ocorreu. “A polícia fez mais um ótimo trabalho. Nós já tínhamos a informação de quem seriam esses suspeitos e já investigávamos essas pessoas. Na madrugada, conseguimos realizar a abordagem e encontramos vários objetos furtados em toda a região Centro Sul. Não temos o número das vítimas desses furtos, mas foram várias”, afirma.


O tenente Crevelin ressalta que a investigação ainda continuará para poder identificar os receptadores do material furtado. “Também estamos trabalhando para identificar os receptadores, aqueles que estavam comprando esse material. Todos os envolvidos nessa situação terão que pagar pelos crimes que cometeram”. Crevelin conta que os envolvidos agiam sempre da mesma forma. “Jogavam um alimento envenenado para os cães da propriedade e, assim, conseguiam entrar nas casas com facilidade”, diz o tenente.


Ele ainda explica que além de defensivos agrícolas, outros materiais e produtos foram recuperados. “Não foram furtados só defensivos agrícolas. Tudo o que os bandidos encontravam e teria proveito, eles levavam, como motosserras, aparelhos de solda, sopradores e máquinas de cortar grama”, finaliza.

Texto  Kyene Becker /Hoje Centro Sul 
Fotos: Silmara Andrade/Hoje Centro Sul