Candidato Rafael Felipe Lucas defende seus ideais de trabalho - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Candidato Rafael Felipe Lucas defende seus ideais de trabalho

Irati tem três candidatos a deputado estadual e um a deputado federal. Conheça os candidatos e seus principais ideais e propostas de atuação, caso sejam eleitos. 

As questões foram encaminhadas por e-mail aos candidatos, que responderam livremente. A equipe do Jornal Hoje Centro Sul não realizou nenhum tipo de edição, para que cada postulante a representante político da região pudesse expressar como acredita que pode colaborar para o desenvolvimento do Centro Sul.

 Candidato Rafael Lucas

Nome completo: Rafael Felipe Lucas
Data de nascimento e idade: 04 de fevereiro de 1978 - 36 anos
Naturalidade: Irati-PR
Profissão: Advogado
Escolaridade: Ensino Superior Completo
Estado Civil: Casado
Partido ou coligação pelo qual é candidato: PSB
Cargo a que concorre: Deputado federal
Número: 4055
1 - Dentre as suas propostas, qual será a sua principal área de atuação?! Por quê?!

Minha intenção é trabalhar com mecanismos de indução ao desenvolvimento, seja no campo social, seja no campo econômico. Minha vontade é contribuir com o aperfeiçoamento da legislação que trata de educação e cultura, porque entendo que estes temas estão diretamente ligados ao desenvolvimento humano. Onde há boa educação e investimento em cultura, há bons indicadores sociais.

2 - Se eleito, como pretende colaborar com a região Centro Sul?! O que você acha que pode ser melhorado em nossa região?!

Minha prioridade, em relação à nossa região, é buscar investimentos do governo federal em saúde e infraestrutura. Estes dois temas da política são essenciais e estão presentes em todos os debates que participamos na região. Saúde é o tema universal, imprescindível. E o desenvolvimento da região só será possível com aumento da oferta de infraestrutura.

3 - Em sua opinião, qual é a sua principal qualidade como pessoa e ator político?! Por quê?!

Talvez seja a aglutinação de pessoas em torno de um trabalho técnico. A intenção, ao propor minha candidatura, é continuar o trabalho técnico que procuro fazer na Câmara. Acho que, por ser formado em direito e ter trabalhado anos com processo legislativo, acabei assumindo este perfil mais próximo ao legislativo.


*(reprodução da edição 742 do jornal impresso Hoje Centro Sul)