Queda de barreira interdita BR-277, em Guarapuava - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sábado, 7 de junho de 2014

Queda de barreira interdita BR-277, em Guarapuava


Segundo Polícia Rodoviária Federal não há previsão de liberação da pista no viaduto de acesso a Guarapuava


Uma queda de barreira na manhã deste sábado, 7, interditou completamente a BR 277, na Serra da Esperança, entre Prudentópolis e Guarapuava. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há previsão de liberação da pista na altura dos quilômetros 305 e 306 entre os viadutos Tigrinho e São João. Já existe um grande congestionamento nos dois sentidos da via.

Em entrevista à reportagem da Najuá, o inspetor da PRF, Cláudio Adão, falou sobre a situação na rodovia. “Foi interditada toda a rodovia, mas a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a concessionária estão empenhados e trabalhando desde cedo para liberar a pista, mas o que preocupa é que chove no momento da região, além de estar descendo muito material da Serra. A preocupação é grande e não podemos abrir uma pista para que desça o material e pegue um veículo”, enfatizou Adão.

Segundo o inspetor, a queda de barreira ocorreu por volta das 4h30, mas não atingiu nenhum veículo que transitava na Serra da Esperança.

Claudio Adão também relata que o desvio mais comum, por Inácio Martins, na PR-364, também está interditado. Então, a recomendação é para os motoristas utilizarem a PR-466, sentido Pitanga- Manoel Ribas - Cândido de Abreu - Reserva e Ponta Grossa. Já quem precisa seguir para Guarapuava, a alternativa é seguir pela BR-153, em União da Vitória. “Essas são as duas opções de desvio, pois no local não há nenhuma via alternativa para que seja utilizada na BR-277, em Guarapuava”, explica o inspetor.

De acordo com ele, se a quantidade de chuva diminuir nas próximas horas existe a possibilidade de liberar pelo menos uma pista. “Para que isso aconteça, a PRF e a Concessionária Caminhos do Paraná irão solicitar a presença de um engenheiro responsável da Concessionária para que possa dar um laudo informando se o local está seguro. Porque só iremos liberar aquele trecho se tivermos a certeza de que há segurança naquele local”, destaca Adão.

Quem precisar passar pela Serra da Esperança deve entrar em contato com a Caminhos do Paraná pelo telefone 0800 421010.

PR-364 e BR-153

O inspetor ainda comenta que existem dois pontos de interdição da PR-364, na região do Rio Preto, em Irati, e na localidade Góes Artigas, em Inácio Martins.

Já a BR-153, entre Irati e Rebouças, o tráfego segue normalmente, já que rio não transbordou de modo que a água invadisse a pista.

Texto: Rodrigo Zub/ Najuá


Clique aqui e veja esta reportagem no site da Najuá