Reivindicações são apresentadas às autoridades na comemoração dos quatro anos do IFPR - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 4 de maio de 2014

Reivindicações são apresentadas às autoridades na comemoração dos quatro anos do IFPR

O  prefeito de Irati aproveitou para anunciar as obras de sinalização, no entorno do Campus, que  serão feitas nos próximos meses

Diretor geral do campus Francis Baranoski fala na solenidade   
Instituto Federal do Paraná (IFPR) comemorou quatro anos em Irati, no dia 23,  em solenidade que teve  a participação de alunos, professores e autoridades da região Centro Sul. Na ocasião,  foi comentado o crescimento dos Campus  desde 2010 até agora e houve uma reunião com lideranças  para discutir os rumos do IFPR.   

Estiveram presentes na solenidade o prefeito de Irati Odilon Burgath, o deputado estadual Felipe Lucas, o pró-reitor da IFPR Ezequiel Westphal,  representantes do deputado estadual Professor Lemos, do vereador Rafael Lucas, oito secretários municipais de Irati e o chefe de gabinete, além do chefe de gabinete de Rio Azul, Julian Fronczak. Ainda, os presidentes da Aciai e da Fiep.
O pró-reitor de ensino Ezequel Wesphal, citou um conto de Graciliano Ramos, para ilustrar a evolução do IFPR. “Mestre, para que serve a utopia? Se caminho dois passos, ela se distancia três, se caminho três, ela foge de mim cinco. Então mestre para que serve a utopia? O mestre caminhou e disse ao seu aluno ‘a utopia serve para isso, para caminhar’", exemplificou Ezequiel, lembrando a evolução do campus nos últimos quatro anos e do quanto se sonhou para chegar ao momento atual.
Ezequiel, ainda explicou a diferença do IFPR para os colégios convencionais. “É uma escola diferente é uma escola que tem 91% de suas vagas destinadas aos alunos de inclusão social, garantindo o direito a todos os alunos para estudar nessa escola da rede federal. Ela abre para que todos possam estudar em um ensino de qualidade,”  disse o pró-reitor.
Ocorreram diversos pronunciamentos sobre o papel do IFPR e sua relevância para a região. Depois, todos foram convidados a cantar parabéns e comer o bolo de aniversário.

Reunião com as autoridades
Em um segundo momento da solenidade, o diretor geral do Campus de Irati,  Francis Luiz Baranoski, reuniu as autoridades para apresentar a evolução do IFPR durante os quatro anos, além dos projetos em andamento e projeções futuras. A reunião foi um momento de também buscar melhorias para o IFPR de Irati e, junto com as autoridades, encontrar maneiras para solucionar problemas existentes.
Baranoski apresentou que nos próximos anos, os principais objetivos são de que o campus tenha uma área mínima de 60.000m² e aproximadamente 2.000 alunos presenciais, além do ensino à distância ofertado pela instituição. Alguns dos pontos discutidos foram a pavimentação e a sinalização no entorno do campus, que carecem de melhorias.

Projeção de melhorias   
O prefeito Odilon Burgath anunciou que os contratos para a sinalização assegurados e, além disso, fez projeções para as obras de pavimentação. “Temos um recurso já garantido para que essa sinalização aconteça. A Caixa Econômica Federal deve nos autorizar nas próximas semanas. O  projeto de sinalização foi feito e quando tivermos  autorização já vamos poder realizar a confecção dessas placas e vamos poder sinalizar melhor o acesso", conta o prefeito.  Ele ainda disse que a sinalização deve ser concluída  até o fim de 2014.
Quanto ao acesso, não há previsões imediatas para melhorias. Entretanto, Burgath enumera  possíveis soluções. “Em curto prazo, seria uma discussão com os moradores para o pagamento de contribuição de melhoria antecipadamente para que possamos pavimentar o acesso, entretanto sabemos que há proprietários de imóveis que têm baixa renda e teriam dificuldade nessa contribuição. Em médio prazo, seria o que a gente vem tentado com bairros mais carentes de infraestrutura, que é via financiamento”, expõe Burgath. Na expectativa do prefeito, as obras através de financiamento poderiam ser feitas em 2015.

O deputado estadual Felipe Lucas, que declarou seu apoio à instituição  junto ao governo estadual. “O Governo do Estado  pode ajudar principalmente na infraestrutura do bairro, da região e divulgar mais [o IFPR] como um todo. Ter acessos bons em termos rodoviários, para que as rodovias sejam asfaltadas, para que alunos de outros municípios da região possam estudar aqui”,  destacou o deputado.




Texto: Augusto Travensolli
Fotos: Ciro Ivatiuk