"Ler e sonhar é só começar": alunos levam sacolinha de livros para casa - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 27 de abril de 2014

"Ler e sonhar é só começar": alunos levam sacolinha de livros para casa

Escola Municipal de Rebouças, Erasmo Pilotto realiza desde 2013 um projeto de incentivo a leitura com alunos do segundo ano e terceiro ano, através das professoras Joseli Laurindo Miak, Maria Elizabete Domanoski Cabral, Matilde Javorski Cabral e Maria Cecília Martins. Com o nome de “Ler e sonhar é só começar” as crianças levam livros de história para a casa com a missão de ler para seus pais e retornam no dia seguinte com a história para contar a seus colegas.


Augusto Travensolli/Hoje Centro Sul
Para o ano de 2014 as professoras do terceiro ano, optaram por cancelar o projeto em suas salas, para então realizar outros projetos de incentivo a leitura. Uma das pioneiras dessa iniciativa foi a professora Joseli Laurindo Miak.

A ideia surgiu durante o Curso de Alfabetização da Idade Certa. “Fazendo o curso, eu tive a ideia de uma sacolinha para a leitura pra incentivar eles a leitura.”, conta a professora. Ela ainda completa dizendo que antes do projeto seus alunos não tinham tanto interesse pelos livros e que agora tem que ficar controlando, porque se for deixá-los eles querem ler a tarde toda.

O objetivo é o incentivo a leitura e a escrita das crianças.
A diretora Rita de Andrade de Ramos explica um pouco mais sobre o projeto. “A professora seleciona vários livros de literatura infantil, produz uma sacola onde os alunos pegam os livros, levam pra casa, lêem com os pais, depois retornam e contam na sala quem conversou com eles, quem leu pra eles em casa. E tudo isso é uma parceria da escola com a família pra incentivar cada vez mais a leitura das crianças.” relata a diretora.

E os alunos estão gostando mesmo de ler. Em visita a sala de aula, quando perguntados se gostavam de ler, responderam uniformemente um sim.
A professora Joseli, pede que elas leiam para os seus pais e perguntados sobre os leitores disseram que estão seguindo os conselhos da professora. Há até o mais ousado, dizendo que lê sozinho suas histórias.

Os livros que eles gostam são variados, como por exemplo, Chapeuzinho Vermelho, Gato de Botas, Os três mosqueteiros, etc.

As histórias são levadas para casa uma vez por semana e os alunos ficam um dia com os livros, quando retornam a escola tem a missão de contar a história a seus colegas. E com a ajuda da professora e amigos em sala, as crianças vão aos poucos compreendendo a mensagem do livro que levou pra casa.

Por Augusto Travensolli