Reinhold Stephanes ministra palestra sobre novo Código Florestal - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sábado, 22 de março de 2014

Reinhold Stephanes ministra palestra sobre novo Código Florestal

Um dos objetivos do novo código é a recuperação de 10% das florestas de toda propriedade rural

Nesta quinta-feira (13), o auditório Denise Stoklos, na Unicentro, recebeu mais de 250 pessoas para
Silmara Andrade/Hoje Centro Sul
uma palestra com o ex-Ministro da Agricultura e atual Secretário-Chefe da Casa Civil Reinhold Stephanes, sobre o novo Código Florestal Brasileiro. O objetivo da palestra foi apresentar considerações sobre a nova legislação, principalmente relacionado às pequenas propriedades rurais e ao manejo de florestas.

Quase dois anos após ter sido aprovado, o novo Código Florestal brasileiro ainda não tem aplicação de fato. Isso porque, a legislação ainda precisa ser regulamentada no que trata sobre o Cadastro Ambiental Rural. Esse cadastro contemplará os dados de todas as propriedades rurais brasileiras, possibilitando a avaliação individual de cada local. De acordo com Stephanes, a regulamentação ainda não foi realizada pela dificuldade na sua aplicação. “Esse é um assunto muito delicado, porque a realidade brasileira é distinta. Temos florestas nativas no Norte e, em contrapartida, uma agricultura familiar muito forte no Sul, sendo assim, uma legislação que trate das duas realidades igualmente é muito difícil”, destaca.

Assim que a regulamentação for efetivada, o cadastro ambiental rural trabalhará para que os 10% de todas as propriedades sejam recuperados. “Após o cadastro, chegaremos ao segundo passo que é a recuperação ambiental. Só após ter delimitado quais são as áreas e como estão elas é que será possível visualizar como e quanto precisará ser investido”, comentou Stephanes. Mas os agricultores não precisam ficar preocupados desde já. Apesar de todas as implicações do novo código, o Secretário se diz otimista, principalmente pela importância da agricultura neste processo. Segundo ele, a área explorada pelas plantações ainda é muito pequena no Brasil e, o novo código não limitará esta produção, mas, trabalhará com uma realidade de sustentabilidade e respeito ao meio ambiente visando a melhor qualidade de renda do produtor. 

Assessoria Unicentro