Conselho de Meio Ambiente aprova R$100 mil para realização de dragagem no Rio das Antas - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Conselho de Meio Ambiente aprova R$100 mil para realização de dragagem no Rio das Antas

O Conselho Municipal de Meio Ambiente de Irati aprovou a liberação de R$100 mil, provenientes do Fundo Municipal de Meio Ambiente, para utilização em serviços de dragagem no Rio das Antas. A aprovação foi tomada em reunião ocorrida na última quinta-feira, 23.
Rio das AntasSegundo o secretário de Meio Ambiente e Ecologia, Osvaldo Zaboroski, o recurso liberado é uma medida que tem como objetivo melhorar as condições de escoamento das águas, tendo em vista que os rios que compõem a bacia do Rio das Antas encontram-se assoreados, com lixo urbano e muitas árvores caídas. “A decisão do Conselho foi tomada graças à compreensão do grupo de que o Município precisa atuar na prevenção de futuras inundações”, acrescenta.
Após a liberação do recurso via Fundo Municipal, a previsão de início da limpeza do Rio das Antas é para os próximos dias, com a contratação de horas/máquina segundo o secretário de Planejamento e Coordenação, Valdecir Aksenen. “O trabalho de limpeza começa a partir da região da rodovia BR-277”, afirma.
Segundo Aksenen, a dragagem se deve a um levantamento que foi realizado em setembro de 2013, quando o rio foi vistoriado junto com a Defesa Civil Municipal, apontando a necessidade deste tipo de intervenção para melhorar a vazão, velocidade e tempo de escoamento.

A AÇÃO
Autorizado pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), em novembro de 2013, o projeto original de dragagem mapeia a limpeza de 12,8 km dos 19,2 km de extensão do Rio das Antas, começando na Rua XV de Julho até a BR-277, e terminando na interseção do Rio do Meio com Rio Planalto até CT Willy Laars. Esse planejamento identificou problemas de assoreamento, queda de árvores, lixo urbano e erosão nos trechos.

PROJETOS COMPLEMENTARES
O secretário de Planejamento e Coordenação reforça que o projeto de prevenção se divide em duas ações: dragagem na parte urbana; limpeza e remoção de árvores na parte rural.
Na parte rural, que tem início na BR-277 até o encontro com as divisas com Imbituva, o projeto prevê um trabalho manual de remoção de árvores caídas sobre o leito e árvores afetadas pela erosão do rio. A ação é considerada relevante e preventiva, pois estas árvores na condição em que se encontram reduzem o escoamento das águas e servem como barragem.
Os dois projetos têm o objetivo de reduzir os impactos causados por inundações que afetam a população em várias regiões da cidade, trazendo prejuízos às famílias e ao empresariado; além de onerar o Município, que necessita investir recursos públicos para se recuperar dos danos.

Ascom Prefeitura de Irati