Legislativo aprova o Plano Municipal de Conscientização e Prevenção ao Uso de Drogas no Ensino Fundamental - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Legislativo aprova o Plano Municipal de Conscientização e Prevenção ao Uso de Drogas no Ensino Fundamental

“Com uma ação integrada entre o Poder Público, diretores, professores, alunos e pais será possível combater este mal que vem devastando jovens e familiares”, destacou o vereador Helio de Mello (PMDB), presidente da Câmara Municipal de Irati.

Veja a seguir:

Combater o uso de drogas na adolescência, este é o objetivo do Projeto de Lei nº 042/2017 de autoria do Vereador e Presidente Helio de Mello. Aprovado por unanimidade de votos e elogiado pelos vereadores, o projeto que pretende criar o Plano Municipal de Conscientização e Prevenção ao Uso de Drogas e Entorpecentes no Ensino Fundamental do Município segue para sanção do prefeito.
Como representante da população e, acima de tudo, Educador, Helio afirmou que é sua missão buscar apoio do poder público para o combate eficaz ao uso de drogas, um problema de toda a sociedade. “Acredito que com um Plano Municipal dedicado a conscientização, teremos com certeza maior segurança no trabalho realizado junto aos alunos. Precisamos criar uma lei fortalecendo e oferecendo suporte aos profissionais, que deverão junto com as famílias buscar conscientizar os jovens”, justificou.

Conforme a Lei, o Plano Municipal de Conscientização e Prevenção terá por objetivo promover o desenvolvimento escolar e social dos alunos por meio de pesquisas, estudos e atividades relacionados a prevenção, dependência e entorpecentes; realizar palestras e debates nas unidades municipais de ensino fundamental a fim de conscientizar os alunos acerca dos efeitos nocivos do uso de drogas; promover a capacitação dos professores, diretores e educadores e a participação ativa dos alunos nas atividades; inserir o tema de forma transversal nas matérias regulares; integrar os pais e responsáveis nos programas e atividades de conscientização e informar os alunos acerca dos ilícitos penais relacionados às drogas.

Segundo Helio, com a Lei será realizada pelo menos uma palestra por ano para cada turma do ensino fundamental em cada escola, devendo ser ministrada por profissionais da saúde vinculados ao SUS e a Prefeitura, bem como, por educadores da rede pública e outros profissionais. “As palestras poderão ser proferidas por ex-dependentes químicos, voluntários, que se dedicam a esta atividade”, enfatizou.
Além do Plano Municipal, de acordo com o Presidente, a Lei também cria a Semana de Conscientização, prevenção e combate ao uso de drogas, a fim de evitar que as crianças e adolescentes da rede municipal ingressem neste caminho tão nefasto às famílias. “É inegável que um dos males mais nocivos à juventude nos dias de hoje é o uso de drogas e entorpecentes, transformando os jovens da sociedade em verdadeiros reféns destes tóxicos, afetando-lhes na vida profissional, na saúde e nos relacionamentos sociais e familiares. É a porta de entrada para a vida no crime”, lamentou Mello.

“Espero que o Executivo compreenda a necessidade urgente da prática desta Lei e inicie o mais breve possível as atividades no ensino fundamental. O poder público não pode fechar os olhos para os inúmeros casos de dependência química na adolescência, o qual deve empreender esforços e conscientizar os jovens e apresentar-lhes alternativas de lazer e atividades para um desenvolvimento livre de drogas. Com uma ação integrada entre o Poder Público, diretores, professores, alunos e pais, será possível combater este mal que vem devastando jovens e familiares, promovendo uma vida digna, com oportunidades e saúde a todos”, concluiu Helio.

Texto:
Assessoria
Câmara Municipal de Irati - PR