Terreno do Hospital Darcy Vargas é leiloado por R$181 mil - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Terreno do Hospital Darcy Vargas é leiloado por R$181 mil

Terreno do Hospital Darcy Vargas é leiloado por R$181 mil
O terreno está localizado atras do prédio principal 


Na tarde de terça-feira (25), o terreno do Hospital Darcy Vargas, em Rebouças, foi arrematado em leilão pelo valor de R$181 mil. Essa é a segunda vez que o leilão acontece, pois na primeira oportunidade nenhum lance foi efetuado. O preço vencedor foi ofertado por Gilson da Cruz Cardoso. A propriedade foi dividida em duas matrículas e apenas a área sem construção foi vendida. A ação faz parte do processo, que corre em segredo de Justiça, para o pagamento da indenização às famílias que tiveram seus filhos trocados na maternidade do Hospital, em 1986.


Indenização
Após a descoberta da troca, as duas famílias entraram na Justiça, exigindo uma indenização pelo erro cometido dentro do Hospital. O advogado das famílias, Fernando Onesko, explica que, em 2008, um acordo foi feito entre as partes, porém, o valor não foi pago. “A audiência demorou cerca de 4h. Meus clientes acharam que o valor era pouco, mas tinham ciência de que o Hospital não poderia pagar mais. Então, aceitaram o acordo com aquele determinado valor parcelado. Porém, a dívida não foi paga e ninguém nos procurou para dar uma explicação formal do porquê isso não ocorreu”, destaca.
Atualmente, com taxas e juros corrigidos, a dívida soma mais de R$600 mil. O processo corre em segredo de Justiça. Fernando ressalta que, “independente de quem tenha colaborado com a troca, o responsável é o Hospital, pois o erro aconteceu lá dentro”.

O diretor administrativo do Hospital Darcy Vargas, Márcio José Gobor, ressalta que o valor do terreno foi reavaliado recentemente e que a expectativa era de conseguir sanar a dívida só com a venda do terreno sem construções. “Ele [terreno] foi avaliado há 2 anos, mas o valor era muito pequeno. Então, solicitamos uma reavaliação e, agora, essa quantia subiu para R$221 mil. Estávamos esperançosos que conseguíssemos pagar toda a dívida só com esse leilão, porém, ela foi atualizada e o valor ficou bem longe da nossa realidade”, diz. Como o valor arrecadado pelo leilão do terreno não será suficiente para o pagamento da dívida, a outra parte do terreno com a construção do Hospital também pode ir a leilão nos próximos meses.

Márcio explica que a atual diretoria do Hospital está tentando solucionar um problema que já deveria ter sido resolvido há muito tempo. “As outras diretorias não cumpriram os acordos anteriores. Se tudo tivesse ocorrido como deveria, a dívida já estaria paga. Queremos que os interessados pela situação se sensibilizem e vejam que estamos tentando resolver. Pretendemos entrar em um novo acordo”, afirma.


Texto e foto: Da Redação/Hoje Centro Sul