Grupo Escolar Iraty – Colégio Estadual Duque de Caxias - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 28 de julho de 2015

Grupo Escolar Iraty – Colégio Estadual Duque de Caxias


Prédios Históricos da Região
 Série Remanescência do Hoje Centro Sul

Em Irati, ainda denominado Covalzinho, a primeira iniciativa escolar teve o apoio dos coronéis e chefes políticos, que, com demais pessoas em evidência, articularam a instalação da primeira escola em 1901.

Inauguração Duque de Caxias – 1939.
A escola tinha como professora a senhora Rosalina Gonçalves Cordeiro, título que lhe foi concedido em 26 de novembro de 1900, pela Diretoria Geral de Instrução Pública do Paraná, órgão responsável pela educação primária no Estado. A escola situava-se em um depósito antigo de erva mate, próximo à estação de ferro, porém era o início da proliferação do ensino.

O primeiro grupo escolar de Irati, sob a denominação Grupo Escolar Iraty, foi instalado em 1909 tendo como sede o edifício da Câmara Municipal e Prefeitura Municipal.

Inauguração da piscina do Colégio Irati,
 em 25 de agosto de 1940.
O primeiro professor de Irati, Roberto Mongruel, formado em Curitiba, foi o responsável pela instalação e pela docência do então Grupo Escolar de Iraty, ficando nesta localidade até 1912. O grupo escolar era responsável pela co-educação, ou melhor, a educação comum, ficando a Dona Rosalina responsável pelo ensino das meninas e o professor pelo ensino dos meninos.

Reunião Cívica no pátio do Colégio Irati.
Somente em 1924, o Grupo Escolar Iraty teve sua sede própria num local alto da cidade. Tratava-se de uma construção de madeira com salas, gabinete do diretor e biblioteca. Nessa época, a instituição de ensino contava com as seguintes professoras: Maria Ferraria dos Santos ( 1º ano masculino), Judith Amaral ( 1º ano feminino), Lilia Viana Braga ( 2 º ano e diretora), Rosalina Cordeiro do Araújo ( 3º ano misto). Depois da professora Lilia, seguiram os seguintes diretores: José Pietrusca, Newton Guimarães, permanecendo na função até 1928, sendo substituído pelo professor Ercílio Margarida.

Preparação de desfile no pátio
 do Colégio, 1951.
Em 1936, teve início a construção do outro Grupo Escolar que contaria com dezesseis salas de aula, um auditório e demais dependências. Durante os anos da construção os alunos foram remanejados para salas improvisadas em casas de pessoas da comunidade e outras instituições. A construção de madeira foi transferida, em 1937, para o Distrito de Gonçalves Júnior. Os alunos voltaram para o grupo em agosto de 1939, sob a direção da professora Mercedes Braga. A escola tinha 250 alunos e oito professoras.
Plateia no salão nobre 
do colégio, em 1952.
No dia 07 de outubro de 1939, aconteceu a inauguração do novo prédio passando a chamar-se Grupo Escolar Duque de Caxias.
A mudança do nome para Grupo Escolar Duque de Caxias, como era chamado até poucos anos antes, deu-se em 29 de fevereiro de 1962, pelo Decreto do governo nº 7457.
Em 19 de fevereiro de 1979, a instituição passou a denominar-se Escola Duque de Caxias, pelo decreto nº 1639-76.

 Grupo Escoteiro na inauguração do Grupo
Escolar de Irati, em 1939.
Através da resolução nº 317-88, foi autorizado o funcionamento de 1º grau regular de 5ª a 8ª séries noturno e a instituição passou a se chamar Escola Estadual Duque de Caxias- Ensino de 1º Grau e Supletivo. Depois, com a resolução nº 1596, de 22 de março de 1994, passa a funcionar o Ensino fundamental de 5ª a 8ª séries também no período diurno.

Em 1996, com a resolução nº 4272-96, o ensino de 1ª a 4ª séries foi transferido para o poder público municipal, com a denominação Escola Municipal Pequeno Duque.

 Classe do Grupo Escolar de Irati, em 1936.
Em 16 de março de 2006, passa a denominar Colégio Estadual Duque de Caxias – Ensino Fundamental, Médio e Profissional.

Fonte: Reconstrução histórica do primeiro Grupo Escolar de Irati - PR, de Claudia Maria Petchak Zanlorenzi.


Ana Paula Schreider / Hoje Centro Sul

Fotos: Acervo Museu Municipal de Irati


 Sede do Grupo Escolar de Irati












Construção do novo prédio - 1936