Emater apresenta Plano Safra 2015/2016 e discute mudanças no acesso ao crédito rural - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Emater apresenta Plano Safra 2015/2016 e discute mudanças no acesso ao crédito rural


Na tarde de terça-feira (07), o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) de Irati, em parceria com a Secretaria da Agricultura e Abastecimento, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep), Delegacia Estadual do Ministério do Desenvolvimento Agrário e o Banco do Brasil, realizou o lançamento do Plano Safra 2015/2016 e uma web conferência para explicações sobre o crédito rural. O evento foi destinado a lideranças – bancos, sindicatos, escritórios de planejamento e funcionários da Emater –, que irão repassar as informações de maneira mais clara aos agricultores familiares da região que fazem parte do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Ao todo, nove municípios da região Centro Sul participaram do evento: Fernandes Pinheiro, Guamiranga, Imbituva, Inácio Martins, Irati, Mallet, Rebouças, Rio Azul e Teixeira Soares. A web conferência foi transmitida para 70 salas, simultaneamente, no Estado do Paraná e abordou temas como alterações no acesso ao crédito da safra 2015/2016, juros e mudanças no Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro).




Entre as principais mudanças do Plano Safra desse ano estão o aumento de juros para os financiamentos, que agora passam a ter taxas de 2,5%, 3,5% e 5,5%; o aumento da taxa do Proagro, que passa de 2% para 3%; O aumento do valor do Seguro da Agricultura Familiar, que é o valor recebido pelo produtor em caso de perda da produção, de 65% para 80%. Nesse caso, o Seguro garante todo o financiamento e até 80% da receita líquida esperada pelo investimento, não ultrapassando R$20 mil. Simplificação no acesso ao Pronaf Jovem e Mulher e facilitação no acesso à agroindústria familiar.

O coordenador de crédito rural e produção vegetal da Emater Irati, Altair Ganz, explica que o evento é um programa diferenciado e deve auxiliar os agricultores familiares. “O objetivo é que os agricultores possam entender tudo sobre o crédito rural. Muitas vezes, a legislação é complicada e até mesmo os técnicos não conseguem entender tão claramente. Então, esse evento vem para esclarecer essas dúvidas, dar luz aos pontos críticos e padronizar o que diz a lei”, afirma.

Altair ainda destaca que, após essa reunião, as lideranças devem se reunir e estabelecer a melhor forma de levar as informações discutidas ao público. “Agora, eles vão se articular, para tirarem todas as dúvidas e proporem mudanças necessárias. Depois de terem isso definido, terão que divulgar as informações da forma mais clara possível ao público rural”, finaliza.


Kyene Becker/Hoje Centro Sul