Política em questão - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 2 de junho de 2015

Política em questão

Boa notícia

Na segunda-feira, dia 1º de junho, a Prefeitura Municipal de Irati deu início às obras de mais um trecho de recape asfáltico na estrada de Gonçalves Júnior. Tão necessária, a obra valoriza o produtor rural, que necessita muito de boas condições para o escoamento de sua produção. O prefeito Odilon Burgath (PT) e o vice Oscar Renato Berger estão animados com a boa nova.

Prestação de Contas

Nesta sexta-feira (29), a equipe técnica da Prefeitura Municipal de Irati realizou Audiência Pública de Prestação de Contas, referente ao 1º quadrimestre de 2015, na Câmara Municipal, às 17h, como preconiza a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Prestação de Contas II

Assim como em Irati, em todos os demais municípios, os prefeitos e/ou técnicos do setor financeiro precisam apresentar os resultados da gestão, publicamente. Fique atento ao que está acontecendo em seu município, participe da Audiência de Prestação de Contas. Apenas reclamar não resolve, é preciso ter informações para saber como cobrar.

Recursos para a saúde

O secretário de Saúde do Paraná, Michele Caputo Neto, confirmou ao deputado Artagão Júnior (PMDB),  na quarta-feira (27), a liberação de aproximadamente R$ 4,5 milhões destinados a ações e projetos do governo estadual em diversos municípios. Na região Centro Sul estão inclusos  todos os municípios, exceto Mallet. As verbas são para os hospitais e para que as administrações dos municípios façam  a construções e reformas de Unidades Básicas de Saúde, além de qualificação da atenção primária. O maior montante destina-se a Irati em que serão R$ 160.325,00  para o Fundo Municipal de Saúde; R$ 720 mil  para o HospSus, Rede Mãe Paranaense e urgência e emergência - Santa Casa;  e R$ 293 mil para as obras na Santa Casa (foto). Depois, vem  Inácio Martins, que terá R$ 416.416,00  destinados ao Fundo Municipal de Saúde, para as obras necessárias.

TCE alerta Estado quanto a gastos com pessoal

Nesta quinta-feira (28), o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) emitiu novo alerta ao Governo do Paraná  devido ao excesso nos gastos com pessoal. A análise se refere ao segundo quadrimestre de 2014. No período, a despesa com pessoal consumiu 48,38% da receita corrente líquida, o que, de acordo com o TCE-PR, representa 98,73% do limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Fim da reeleição

Na quarta-feira (27) à noite, a Câmara dos Deputados aprovou por 452 votos a favor, 19 contra e uma abstenção, o fim da reeleição para presidente da República, governador e prefeito. A nova regra não valerá para os prefeitos eleitos em 2012 e para os governadores eleitos em 2014, que poderão tentar pela última vez uma recondução consecutiva no cargo. O objetivo desse prazo para a incidência da nova regra foi obter o apoio dos partidos de governantes que estão atualmente no poder.