Preparativos para as eleições estão na reta final - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 7 de setembro de 2014

Preparativos para as eleições estão na reta final



O treinamento dos mesários, em Irati, será entre os dias 16 e 19 de setembro. Quanto às propagandas, até agora o Cartório Eleitoral de Irati ainda não recebeu nenhuma denúncia de irregularidade. A expectativa é de que a campanha "esquente" após o dia 15

Olho: "O maior número de dispensa [de mesários] que nós tivemos  em Irati foi relacionado à gestação. Foram muitas gestantes que vieram pedir a licença e a juíza sempre entendeu que, nesse caso, a dispensa é válida",  conta o técnico do TRE Robson Reggiani


Kyene Becker/Jornal Hoje Centro Sul
As eleições ocorrem no dia 5 de outubro e os preparativos nos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) estão quase prontos. Por outro lado, o trabalho dos cartórios eleitorais na fiscalização de irregularidades em propagandas eleitorais está apenas começando. 

O técnico judiciário do TRE de Curitiba, Robson Wander Reggiani, explica que a convocação dos mesários está na reta final e o objetivo, no momento, é a organização para o treinamento dos convocados. “Faltam menos de 20 convocações. O treinamento dos mesários em Irati será entre os dias 16 e 19 de setembro. Serão duas turmas por dia, uma das 10h às 11h30 e a outra das 14h às 15h30. Eles terão direito a dispensa do trabalho no horário do treinamento”, comenta.

Robson afirma que o trabalho dos mesários é de extrema importância para a realização das eleições e fala sobre o trabalho no dia da votação. “O trabalho dos mesários, acima de tudo, é essencial para que a eleição aconteça. No dia da eleição, são eles quem comandam. Eles montam a mesa receptora de votos às 7h e às 8h a eleição inicia. O primeiro-secretário organiza a fila e coordena a movimentação dentro da seção. O presidente da mesa, que é a maior autoridade, digita o número do título e habilita o eleitor para votar. O primeiro e o segundo mesário pegam o documento do eleitor, localizam o nome dele no livro de votação, ditam o número do documento para o presidente poder habilitar o eleitor e, depois, devolvem o documento e entregam o comprovante de votação”.

O mesário tem direito a dois dias de folga por dia trabalhado, ou seja, caso haja segundo turno, os mesários terão direito a quatro dias de folga, como bonificação. Robson ressalta que convênios com as instituições de ensino superior permitem que os universitários possam reverter as horas trabalhadas em horas-extracurriculares. “Nós temos um convênio com a Universidade, então, o universitário que participar como mesário, poderá reverter as horas trabalhadas como horas-extracurriculares. As pessoas que tiverem interesse em trabalhar como mesário, poderão efetuar um cadastro de mesário-voluntário no Fórum da cidade ou no site do TRE. Vale lembrar que nós sempre damos preferência ao mesário-voluntário, porque nós sabemos que ele irá com mais vontade de trabalhar no dia”, explica.
O técnico judiciário conta que o município de Irati não teve muitas dispensas e o maior número de licenças foi concedido a gestantes. “A convocação ocorreu dentro da normalidade, foi tudo tranquilo. O maior número de dispensa que nós tivemos foi relacionado à gestação. Foram muitas gestantes que vieram pedir a licença e a juíza sempre entendeu que, nesse caso, a dispensa é válida. A dispensa só é concedida em caso de doença, gravidez ou impossibilidade de comparecer no dia comprovada, por exemplo, às vezes a pessoa tem cirurgia marcada, viagem que já está planejada há muito tempo ou questões de trabalho”, completa.

"Está tudo muito calmo"

A chefe do Cartório Eleitoral de Irati, Daisy Cler Filla de Oliveira, explica que a situação no município ainda está calma e nenhuma denúncia relacionada à irregularidade em propaganda foi realizada. “Nós sentimos que, nessa eleição, as pessoas ainda não começaram uma propaganda forte. As coisas vão começar a esquentar realmente a partir de 15 de setembro, tanto nas propagandas quanto nos comitês, que ainda não estão claros e bem definidos quanto nas outras eleições. Ou seja, está tudo muito calmo, nenhuma denúncia foi feita”.
Daisy conta que qualquer pessoa pode denunciar irregularidades e o cartório eleitoral só comparece aos locais de campanha caso haja uma denúncia prévia. “Nós só vamos até o lugar da propaganda, caso haja alguma notícia ou denúncia de irregularidade. Então, se a pessoa sabe de alguma propaganda que ela considere ilegal, ela pode vir ao cartório, formalizar a reclamação e, então, nós submetemos a análise da juíza e ela nos encaminha um termo, para podermos ir até o local e avaliarmos a situação. Depois disso, a juíza decide se é regular ou não, se vai tirar do local ou regularizar. Caso a pessoa não se ajuste, pode levar uma multa”, completa.
Ela ressalta ainda que os cavaletes em via pública são permitidos, desde que não prejudiquem o bom andamento do trânsito de pessoas e veículos. Eles têm que ser móveis e a mobilidade é caracterizada pela retirada desses cavaletes. Os cavaletes podem permanecer nas vias públicas das 6h às 22h. Já os carros de som e alto-falantes podem permanecer nas ruas das 8h às 22h.
As eleições para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual  acontecem no dia 5 de outubro. Caso ocorra segundo turno, a data da votação é no dia 26 de outubro.

Kyene Becker/Hoje Centro Sul