Conjunto Habitacional João Acir Miranda é entregue em Teixeira Soares - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sábado, 13 de setembro de 2014

Conjunto Habitacional João Acir Miranda é entregue em Teixeira Soares

O Conjunto Habitacional, que teve investimentos cerca de R$ 1 milhão, é uma obra constituída por 37 casas e foi construído  numa parceria da Prefeitura Municipal de Teixeira Soares, Governo do Estado por meio da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar),  Governo Federal e Caixa Econômica Federal do Programa Minha Casa Minha Vida – PAC2




Thaís Siqueira/Hoje Centro Sul
Na manhã da quarta-feira, (03), aconteceu a solenidade de entrega do Conjunto Habitacional que recebeu o nome de João Acir Miranda, cidadão que além de ter exercido o cargo de vice-prefeito da cidade por dois mandatos, era o proprietário do terreno onde as casas foram construídas.

O Conjunto Habitacional é constituído por 37 casas e foi construído numa parceria da Prefeitura Municipal de Teixeira Soares, Governo do Estado por meio da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Governo Federal e Caixa Econômica Federal do Programa Minha Casa Minha Vida – PAC2. Todas as casas são compostas por dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área externa com lavanderia, toda em alvenaria com a estrutura de ruas, luz, água e esgoto que a prefeitura realizou antes da entrega.

De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Teixeira Soares, a obra orçada em R$ 965.942,72 e contrapartida do município que investiu mais R$ 180 mil reais na aquisição do terreno e aproximadamente R$ 50 mil na abertura de ruas e colocação de pavimento primário (cascalho) no leito das ruas e infraestrutura.

Entre as autoridades que estiveram presentes, estavam o prefeito Ivanor Muller (PSD), o vice-Prefeito José Mauricio Marchinski, o presidente da Câmara Municipal Ademilson Pires e os vereadores Bartolomeu Pereira, Marize Emiliano de Moraes, Alvir Tomas, Zé do Baratão, Carlos Alberto Gorte e Claudinei de Souza, além de representantes da Cohapar, Caixa Econômica Federal, profissionais da área de educação, padres, pastores, secretários municipais e famílias beneficiadas.

Segundo o diretor de programas e obras da Cohapar,  os proprietários pagarão uma parcela, cerca de, apenas R$200,00 e com isso realizam o sonho que muitos brasileiros correm atrás, que é ter uma casa própria, livre de aluguel. “De nada vale, nós passarmos por essa vida sem fazer o bem. E é isso que a Caixa Econômica em parceria com a Cohapar e principalmente com a Prefeitura, está fazendo. É uma parceria que tem dado certo, haja visto, que hoje entregamos 37 unidades habitacionais e diga-se de passagem, muito bonitas. Fico muito feliz pela qualidade da obra e acredito que cada um desses familiares que receberam a casa, receberam uma casa maravilhosa. É dessa forma que nós temos buscado trabalhar nas nossas parcerias habitacionais, parcerias essas, que tem apresentado ótimos resultados em todo estado e principalmente na região de Irati”, comenta.

O prefeito Ivanor Muller conta que existe mais alguns programas que estão sendo realizados no município, por exemplo, as casas rurais, e as 18 casas que serão entregues brevemente na localidade de Guaraúna, onde as famílias com renda muito baixa não pagarão nada para terem uma casa própria.
Ivanor demonstra alegria na entrega das casas e diz ser um dia maravilhoso e especial para muitas famílias: “o dia da entrega era um momento muito esperado por todos, e até que enfim, esse dia chegou para alegrar e mudar a vida de muitas pessoas. Ter feito a entrega das casas foi uma grande realização. Fico muito feliz em ver a alegria dessas 37 famílias recebendo a chave”, completa.

Moradores

Fabiana de Fátima Lopes, 34 anos, conta que está morando com seus pais no interior de Teixeira Soares, e logo se mudará para sua casa própria. Ela é solteira, e tem uma filha de sete anos, a Nicole Bianca Lopes, e segundo Fabiana, a casa representa um futuro melhor para sua filha, pois vão poder morar perto da escola e terão mais opções de lazer e entretenimento.
“Agora me sinto realizada em poder ter minha casa própria. Acredito que ter uma casa para chamar de sua, é o sonho de toda mulher, principalmente de toda mãe. E, eu sei que morar na cidade é uma oportunidade que a minha filha terá de um futuro melhor, pois morando no interior as coisas são mais difíceis, como estudar e fazer cursos”, comenta.

O pedreiro Rosaldo Ribeiro, 28 anos, também acredita que a casa nova irá proporcionar um futuro melhor para seu filho e para sua família, e que sua vida vai mudar pra melhor. “Nós batalhamos muito, e agora que conseguimos, vamos cuidar muito da nossa casa. É tão bom saber que finalmente temos o nosso cantinho. Estamos muito felizes”, diz.

Rosaldo diz estar ansioso para se mudar para o conjunto habitacional e organizar as coisas dentro de sua casa nova. Segundo ele, está morando com sua esposa, Rosimeri Kruchinski, 26 anos e seu filho de apenas 1 ano, Rodrigo Kruchinski Ribeiro, em uma casa que foi emprestada pelo irmão de Rosimeri.

“Meu cunhado emprestou uma casa dele que estava vazia, na chácara, para nós morarmos até que ficasse pronto conjunto habitacional. É uma alegria imensa saber que vamos nós mudarmos, provavelmente neste final de semana já estaremos instalados na casa. É a melhor coisa ter própria casa e não precisar emprestar casa dos outros ou pagar aluguel”, finaliza Rosaldo.

Thaís Siqueira/Hoje Centro Sul