Prefeitura de São Mateus do Sul promove audiências públicas para elaboração da LOA 2015 - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 31 de agosto de 2014

Prefeitura de São Mateus do Sul promove audiências públicas para elaboração da LOA 2015

Administração Municipal de São Mateus do Sul está em processo de elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2015 e, visando ampliar a participação popular no planejamento das ações e distribuição de recursos de acordo com as reais demandas do município, está realizando reuniões com a população.



Audiência Pública na Colônia Iguaçu

Na segunda-feira (18), foi a vez dos moradores da Colônia Iguaçu e adjacências apresentarem suas reivindicações. A reunião aconteceu no Cepom sob o comando de Marcos Justi, representando a Secretaria Municipal de Planejamento.

A participação da comunidade mereceu destaque do vereador Luis Cesar Pabis que considerou a reunião produtiva. “Esse processo é uma oportunidade que mobiliza as lideranças dos bairros e a administração municipal pode acolher várias sugestões da comunidade", disse o vereador.

Audiência Pública no Centro da Juventude

Na noite de segunda-feira (25), aconteceu a terceira Audiência Publica, desta vez, no Centro da Juventude.

O Ouvidor Geral do Município, Eduardo Pinheiro Ferreira, esteve presente na audiência pública e ressaltou a importância desse tipo de reunião.

"A audiência pública é um instrumento que está sendo colocado à disposição da população com intuito de promover um diálogo entre a sociedade e a administração pública, com o escopo de buscar alternativas para a solução de problemas que contenham interesse público relevante. Também pode servir como instrumento para colheita de mais informações ou provas (depoimentos, opiniões, documentos, entre outros) sobre determinados fatos, nestas audiências também podem ser apresentadas propostas e críticas”, disse.

Segundo o Ouvidor, “esse diálogo democrático, promovido entre os atores sociais, torna mais fácil a solução das necessidades e pedidos sociais. Com a participação de todos, é mais fácil encontrar um caminho que, se não agrada no geral a todos, pelo menos valoriza o diálogo entre as partes. Os envolvidos tem a possibilidade de participação no debate e na construção de alternativas para solucionar o problema que os aflige”, acrescentou.

Ainda segundo Eduardo, o mais importante nas audiências públicas é que a administração pública esta aberta para ouvir a todos, para que estes colaborem na busca da melhor solução possível dos problemas coletivos.

“É preciso salientar também que as audiências públicas trazem uma importante contribuição para a mudança de uma democracia representativa para uma democracia participativa, com isso podemos concluir que as audiências públicas não só têm servido como resposta aos anseios da população, mas também permitem que os governantes melhorem a qualidade da gestão pública, por este motivo ressaltamos a importância da participação de todos”, afirmou.

A primeira, das três audiências públicas, aconteceu na comunidade de Fluviópolis na primeira semana do mês de agosto deste ano.

Assessoria