Enchente afetou área rural de Irati - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sábado, 21 de junho de 2014

Enchente afetou área rural de Irati



Devido à dificuldade de acesso às localidades do interior do município, a Defesa Civil de Irati só pôde começar a contabilizar os prejuízos nas lavouras e criações nesta semana. Estima-se que os estragos na agricultura e pecuária somam quase R$1 milhão. 

Rozenilda Romaniw Bárbara, diretora de operações da Defesa Civil de Irati, informa que os maiores estragos foram registrados em bueiros e estradas. “A terra das lavouras desceu e invadiu a pista. Futuramente, isso pode se tornar um atoleiro”, explica. Ela conta que quase todos os bueiros tiveram algum tipo de problema. “Muitos cederam ou ficaram entupidos por conta do entulho. Vamos fazer um trabalho rápido e completo, para que as comunidades não tenham problemas no futuro”, fala a diretora de operações.

As principais perdas na agricultura foram registradas nas produções de leite, trigo, cebola, maçã e na cilagem. Já na pecuária, os prejuízos se concentram na piscicultura. Algumas estradas foram afetadas pelos deslizamentos, que chamaram atenção e causaram medo. Na localidade de Faxinal dos Neves, por exemplo, uma estrada cedeu e mudou de lugar, formando crateras e degraus.
Professores e pesquisadores da área da geologia afirmaram que uma resposta precisa só poderia ser dada com análise do local. Entretanto, eles explicam que, além da composição do solo, uma das causas para o que pode ter ocorrido é o peso excessivo em solo já sedimentado, uma força extra em um local já comprometido. Com as chuvas, o solo exposto sofre compactação e áreas de escoamento – rachaduras e fendas – acabam surgindo. Por conta disso, há maiores chances de ocorrerem deslizamentos.
Os prejuízos com estradas e rodovias já superam os R$11 milhões e a cidade de Irati, além da ajuda estadual, também deverá contar com a ajuda do governo federal para reparos nas vias de acesso à cidade.


Os danos que ocorreram nas estradas rurais de Irati, em virtude das fortes chuvas dos dias 07 e 08 são significativos, o que têm prejudicado a vida dos agricultores iratienses.
Em algumas localidades, como em Faxinal dos Neves – situada há mais de quarenta quilômetros da sede do município –  alguns produtores rurais estão impossibilitados de chegar até as roças para efetuar a colheita.
O produtor rural Nestor Burack conta que a estrada que dá acesso a sua lavoura de milho e verduras orgânicas ficou intransitável. Houve desmoronamento de encostas dos morros e das bases da estrada rural, que cedeu e mudou de lugar – ficando a cerca de quatro metros do traçado original. Com isto, em muitos pontos, formaram-se degraus e crateras. 

Burack comenta que precisará do apoio do Maquinário da Prefeitura Municipal de Irati para poder restabelecer a rotina normal de trabalho e não perder o milho que plantou na área, atualmente, isolada. “ Tô com o milho sem quebrar, não passa na estrada pra cima”, afirma o agricultor, contando ainda que há outros produtores que também utilizam a estrada para ter acesso as suas lavouras. 



No último dia 12, em entrevista coletiva, o prefeito Odilon Burgath anunciou que o Rodeio de Irati foi cancelado para que os serviços do poder público e os equipamentos do Parque de Máquinas se concentrem no apoio às famílias atingidas pelas fortes chuvas. Na localidade de Faxinal dos Neves, o maquinário do Município será essencial para reconstruir as estradas.
O agricultor Nestor Burack é um dos iratienses que ficou satisfeito com a decisão de Burgath em concentrar esforços para dar atendimento às pessoas que moram em áreas atingidas pelas chuvas e não em festividades. “Em primeiro lugar as estradas para tirar  os produtos [e não a festa do Rodeio]”, finaliza o agricultor.

Ciro Ivatiuk/Hoje Centro Sul