Segunda sessão da Câmara Mirim aborda questões do trânsito - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Segunda sessão da Câmara Mirim aborda questões do trânsito

IMG_1746Aconteceu, na última quarta-feira (07), a segunda sessão ordinária da Câmara Mirim de Irati no Plenário da Câmara Municipal. Novamente os assentos estavam repletos de professores e crianças, em seu pleno exercício de cidadania. O hino da cidade de Irati foi cantando e, antes de iniciar os trabalhos, foi convocado o 1º suplente da escola Plínio Anciutti Pessoa, Victor Hugo Czaneki, para prestar seu compromisso e ser empossado como vereador, em razão da vaga deixada por uma das vereadoras mirins, Danieli Diedio. “Prometo respeitar o regimento interno dos diretores mirins da Câmara Municipal de Irati, desempenhando responsavelmente o mandato a mim conferido e assim contribuir para a formação de minha cidadania, em agradecimento a este município”, foram as palavras maduras do jovem Czaneki.

 > Veja as fotos da sessão


 

Ordem do dia

Após a posse, foi introduzida a ordem do dia – cuja organização envolvia a apreciação de um requerimento em conjunto por todos os vereadores mirins para apreciação. O documento foi baseado num projeto desenvolvido pela escola Pequeno Príncipe. O projeto chama-se Trânsito nas Escolas. O intuito é trazer à convivência escolar, valores, princípios e regras do trânsito municipal. Alguns objetivos específicos destacados foram a intensificação da educação para o trânsito e conhecer os diversos meios de transportes. Além disso, haverá um registro do comportamento dos motoristas nas vias públicas pelas crianças.

Enquanto o requerimento era apresentado, uma buzina ressoa pelo Plenário: era o convidado do dia, que chegou arrancando risadas até dos adultos do local. “O projeto Trânsito na Escola buscará contribuir na preservação, na redução dos acidentes e auxiliar na conscientização e conhecimento quanto a proteção da vida para a paz no cotidiano nos espaços rurais e urbanos”, leu o 1º secretário João Vitor Karline Knob. Durante a discussão do requerimento, a vereadora mirim Ana Clara Mattos Araújo Barros. Ela relatou sobre a importância do projeto, destacando a ênfase na educação do trânsito nas escolas e o melhoramento da sinalização na frente das instituições de ensino. Além dela, outros também usaram a palavra para acrescentar e explicar mais sobre o documento.

 

Palestra

Depois da Tribuna Livre, quem fez uso da palavra foi o soldado aposentado da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Edson Luiz Elias. O tema de sua palestra foi segurança no trânsito. O soldado aposentado utilizou elementos do mundo infantil para ilustrar mais a sua fala. Bonecas, carros de brinquedo e até seu próprio quepe (Chapéu) de policial rodoviário foram empregados num misto de educação de trânsito e humor. “A partir do momento em que você começa a se exibir com seu automóvel, bicicleta ou skate, cuidado. Você está bem perto de provocar um acidente”, alerta. Ele argumenta que, quando o motorista perde o medo, o perigo surge.

Através de histórias do período quando Elias trabalhava, ele foi aconselhando e ministrando as crianças e os demais presentes sobre os efeitos da condução irresponsável. Sua performance ajuda a desmistificar a imagem carrancuda do policial fardado para as crianças e, por conseqüência, a substitui pela ideia de alguém que trabalha para preservar e salvar vidas.

“Quando você presentear uma criança com um carrinho, diga para quem receberá que aquele carro é de brinquedo, mas o carro de verdade não é”, aconselha Elias. Além disso, ele comenta sobre outros pontos como a falta de relações presenciais num mundo tomado pela internet, sobre o preconceito, sobre religião e valores familiares. O soldado terminou sua fala lembrando da imprevisibilidade do futuro e de como é importante vivermos cada dia por vez. Após sua fala, a sessão da Câmara Mirim foi encerrada.

 

Texto e fotos: Lucas Waricoda