Em nova reunião, prefeitos e institutos debatem a divisa entre os municípios de Irati e Prudentópolis - Jornal Iratiin

Recente

Home Top Ad

Post Top Ad

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Em nova reunião, prefeitos e institutos debatem a divisa entre os municípios de Irati e Prudentópolis

Na manhã de quinta-feira (15), o prefeito de Irati, Odilon Burgath, realizou reunião com o prefeito de Prudentópolis, Gilvan Agibert, o representante do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Antonio Zuber Neto; representantes do ITCG (Instituto de Terras Cartografia e Geociências), além de moradores da comunidade de Invernadinha e vereadores de Prudentópolis, para discutir a divisa dos dois municípios.


13766551590.77074500[1]Os locais em que estão situadas diversas comunidades, como é o caso de Alvorada, Invernadinha, Linha B e Rio dos Cochos, são alvo de discussão, pois nestes lugares existem alguns terrenos que estão registrados em Irati e outros em Prudentópolis.


A primeira reunião ocorreu em 27 de maio, convocada pela prefeitura de Irati, devido a várias reivindicações de moradores destas comunidades, que não sabem como cobrar dos municípios o atendimento à população, uma vez que há dificuldade em determinar as responsabilidades que cabem a cada prefeitura.


“Precisamos pensar especialmente no caráter social dessa decisão, pois não podemos de forma alguma deixar essas comunidades desassistidas”, observou o vice-prefeito de Irati, Oscar Renato Berger.


O diretor-presidente do ITCG, Amílcar Cavalcante Cabral, destacou a importância de os municípios buscarem o instituto para analisar a situação, confrontando bases cartográficas recentes e antigas. A diretora do departamento de geociências do ITCG, Gislaine Lessa; e o engenheiro cartógrafo do departamento de divisas municipais, Amauri Simão Pampuch, também esclareceram as dúvidas dos participantes.


O ITCG estabeleceu prazo de 15 dias para envio de documentação que determine para qual município as comunidades pertencem. “Queremos fazer tudo dentro da legalidade para que possamos regularizar a situação e prestar o atendimento devido à população”, afirmou o prefeito de Irati, Odilon Burgath.


Texto e fotos: Assessoria PMI